4min. de leitura

Buscar ajuda não é um sinal de fraqueza, mas de inteligência e amor-próprio

Pedir ajuda não é ser fraco, é ser sábio e ter amor-próprio, porque reconhecemos que, para avançar na vida, precisamos entrar em contato com a sabedoria do outro.


Vivemos em um mundo onde a independência é vista como uma das características principais para uma vida feliz e bem-sucedida. Ouvimos de praticamente todo mundo que devemos cuidar de nossas vidas e resolver os nossos problemas, sem buscar a ajuda de ninguém.

O fato é que apesar da independência ser algo realmente valioso para qualquer pessoa, muitas vezes ela é confundida com isolamento.

Muitos de nós estamos tão presos a essa ideia de autossuficiência, que começamos a acreditar que conversar sobre a vida com os nossos amigos ou familiares e pedir seus conselhos é algo absurdo, que deve ser evitado a todo custo.


Esse pensamento é o responsável por deixar as pessoas presas dentro de si mesmas, incapazes de resolver os seus próprios problemas, o que leva a consequências muito sérias, como o desenvolvimento de ansiedade e depressão, por exemplo.

Precisamos extinguir de nossas mentes a ideia de que pedir ajuda é um sinal de fraqueza.

Nenhum de nós é perfeito e consegue resolver todos os seus problemas sozinho todo o tempo. Isso é uma fantasia.

As pessoas que dizem não precisar de ninguém para nada, com certeza têm falhas em todas as áreas de suas vidas, porque nós fomos criados para viver em comunidade, e é junto a outras pessoas que aprendemos, crescemos e adquirimos experiências de vida valiosas.


Podemos ter sido levados a acreditar que pedir ajuda mostra que somos incapazes de lidar com nossas próprias vidas, que somos folgados, imaturos ou até mesmo irresponsáveis. No entanto, quando nos privamos da oportunidade de ouvir alguém e aprender com suas experiências, apenas limitamos a nossa própria evolução.

Pedir ajuda não é ser fraco, é ser sábio e ter amor-próprio, porque reconhecemos que, para avançar na vida, precisamos entrar em contato com a sabedoria do outro.

Não devemos permitir que o medo do julgamento de outras pessoas nos impeça de fazer o necessário para a nossa felicidade. Da mesma maneira, não podemos permitir que o nosso orgulho tire de nós a humildade de aprender com outras pessoas.

Apesar de existir muita gente maldosa, também existem muitas pessoas de coração bom, que estão dispostas a nos ajudar em tudo o que precisarmos. Devemos abrir nossas mentes e corações para aprender com elas.

Nunca recuse ajuda por medo de parecer fraco. Só é fraco quem se acostuma com o que sabe e nunca busca evoluir. Aceite a ajuda, aprenda e transmita o que aprender.

Buscar ajuda não é um sinal de fraqueza, mas de inteligência, porque em alguns momentos tudo o que precisamos para transformar nossas vidas é calar as nossas próprias vozes e simplesmente ouvir o que o outro tem a dizer.

Não tenha medo de procurar e ouvir as pessoas que se preocupam com você, porque isso com certeza o levará muito mais longe.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Scott Griessel/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.