5min. de leitura

BUSQUE SURPRESAS SENDO UMA

Estou numa fase de redescobrimento. Aberto a ser mais e melhor pra mim, para as pessoas que me rodeiam e pro mundo. Também estou a fim de conhecer novas pessoas e fazer mais amigos; dar mais valor ao que já tenho e abrir as portas e a mente para poder conquistar mais. To querendo andar, correr e voar por novos lugares. Na verdade, o que eu to querendo mesmo é ser surpreendido. Mais uma vez: por mim, pelas pessoas, pelo cachorrinho da rua, por tudo. Estou dando uma chance para as coisas mínimas porque elas já estão tão presentes no meu dia a dia, que eu quase nem reparo.



Existem coisas que valem tanto a pena que dá até vontade de fazer ou viver de novo, como por exemplo, relembrar do quão bom foi aquele dia que eu ri tanto que chorei ou parar para refletir de novo sobre o dia que eu chorei tanto que depois ri de mim mesmo. Apreciar os detalhes sabe?

To começando a perceber e acreditar que a vida é feita de repetições ainda que nada ocorra da mesma maneira que já pareceu ter sido um dia. Afinal a gente vive em constante mudança; mudamos de roupa, de tamanho, de amor, de emprego, de idade e de opiniões. Nós mudamos tanto que às vezes nem mesmo a gente consegue se entender. E pô, ainda bem né? Poder pegar um atalho ou dobrar na próxima esquina caso o caminho atual não esteja me levando para onde eu realmente quero ir é a melhor coisa. Ser livre é a melhor coisa.

E quando eu falo que as coisas se repetem, é que existe o tempo dos perrengues, das dificuldades e das tristezas; logo mais vem o tempo das conquistas, das alegrias e das comemorações e aí, mais a frente, chega o tempo das surpresas, das oportunidades e dos amores, e isso tudo acaba se tornando um ciclo.


Se eu for parar para analisar quantas vezes já caí nessa vida, vou perder as contas. Logo, se foram muitas, isso automaticamente afirma que eu também já me levantei inúmeras vezes. Ou seja, os tempos bons e ruins se repetiram, mas as minhas atitudes e a maneira como encarei cada um desses períodos fez com que cada vez fosse diferente, e tudo o que é diferente gera aprendizado. E cada aprendizado é uma surpresa. E como eu disse no começo, eu to querendo ser surpreendido.

Então eu to querendo mesmo entender, ouvir e aprender coisas novas. Ser menos ranzinza e reclamão, sabe? Agradecer e ser mais paciente também são coisas que nos engrandece. Digo isso porque percebi que fazer o bem, ser honesto consigo mesmo e se doar sem esperar recompensa, faz as coisas boas se prolongarem. Acho que se existe um segredo para alcançar a felicidade, quem sabe pode ser esse. Não que seja uma regra, mas há um ditado que diz que o bem sempre vence, então pra quê fazer coisas que tem mais a ver com o mal? Qual é, eu quero ser do time dos vencedores. Não vim pra vida pra perder.

Então bora lá descobrir o mundo e amar de volta tudo o que também me ama. Ser surpreendido ou quem sabe, ser a surpresa. Até porque arrancar sorrisos também é um analgésico melhor que qualquer um que vende em farmácia. Fazer alguém rir também nos faz sorrir, melhora o nosso dia e faz até o nosso sono ser mais gostoso. Aprovado pelo ministério felicidade.


Então se eu posso dar um conselho para você com esse texto que fala 97% de mim aqui vai ele: Busque surpresas sendo uma. E aproveite a caminhada para roubar sorrisos. Está e falta esse tipo de ladrão no mundo.

 

___

Originalmente Publicado em Isabela Freitas

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.