Pessoas inspiradoras

Cabeleireiro compartilha internet para que crianças pobres estudem na pandemia. Boa ação que salva!

3 capa Cabeleireiro compartilha internet para que criancas pobres estudem na pandemia Boa acao que salva

Juan decidiu ajudar sua comunidade e liberou o acesso à internet para que todas as crianças de baixa renda consigam acompanhar as aulas on-line.



A pandemia do novo coronavírus mudou a forma como nos relacionamos. Algumas instituições plenamente consolidadas tiveram de mudar a forma como atuam para conseguir passar pela covid-19 sem prejudicar sua comunidade. É o caso das escolas, que recebem diariamente muitas crianças, muitas vezes sem ter o controle sanitário das relações.

Como conseguir que o vírus não se espalhe dentro de uma escola? Não existe resposta correta para essa pergunta, enquanto em alguns locais cientistas acreditam que as crianças atuam como vetores da doença, em outros, estudiosos acreditam que os adultos disseminam muito mais, sendo eles os principais responsáveis pelos casos dentro das escolas.

Fato é que, em algumas regiões, é impossível ter esse controle, já que a comunidade escolar é muito grande, ou a qualidade do saneamento e das instalações deixa a desejar.


Com isso, as escolas, em sua maioria, permaneceram fechadas, tendo de escolher outras formas para entregar o conteúdo às crianças. As aulas on-line ganharam um novo status durante a pandemia e se tornaram a principal forma de ensinar.

Mas o que acontece quando a comunidade escolar é de baixa renda e as famílias não têm internet, computador ou smartphones? Em alguns casos, as crianças precisam disputar um único aparelho, mas, na maioria esmagadora das vezes, elas simplesmente não acompanham as aulas. Isso significa que vão ficar atrasadas em seus conteúdos ou apenas aumentar o índice de evasão escolar.

O cabeleireiro Juan Ramón Caballero, de 65 anos, pensando justamente nessa dificuldade, decidiu liberar seu sinal de wi-fi para que as crianças consigam estudar e assistir às aulas virtuais em frente ao seu salão. A atitude do profissional recebeu muitos elogios, e ele explica ao jornal El Popular que tudo aconteceu de forma simultânea. Uma vizinha pediu para sua filha usar o sinal de internet para fazer as atividades escolares; imaginando aquela situação e sendo pai, ele prontamente permitiu.

3 2 Cabeleireiro compartilha internet para que criancas pobres estudem na pandemia Boa acao que salva

Direitos autorais: reprodução/redes sociais.


Outras crianças foram aparecendo para captar o sinal de wi-fi a fim de assistir a suas aulas ou apenas fazer as atividades escolares do lado de fora do salão.

Vendo a quantidade de crianças que apareciam diariamente, Juan decidiu instalar uma pequena mesa na parte externa de seu estabelecimento, além de alguns tambores de plástico para as crianças se sentarem. Isso aconteceu no Paraguai.

Silvia Benítez, mãe de uma aluna que usa a internet de Juan, ficou extremamente grata pela ajuda do cabeleireiro. Ele faz questão de dar apoio a todas as crianças que estão passando por um delicado momento, enfrentando dificuldades que outras, que têm condições, nem imaginam como seja.

A ajuda de Juan oferece oportunidades a essas inúmeras crianças, que poderiam apenas perder o ano escolar. São atitudes como essa que nos mostram o valor e a importância de uma boa ação!


Comente abaixo o que achou deste conteúdo e compartilhe-o nas suas redes sociais!

Maqueiro pede que outras profissões da linha de frente sejam reconhecidas: “Não são só médicos e enfermeiros”

Artigo Anterior

“Crianças não precisam de pais que brinquem o tempo todo, elas precisam de pais que as abracem”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.