Notícias

Caboman de Jô Soares se emociona ao vivo no “Encontro”

Foto: Reprodução
Caboman de Jo Soares se emociona ao vivo no Encontro

O caboman Valdir Cruz, que trabalhou 25 anos ao lado de Jô Soares, se emocionou ao relembrar do apresentador durante o Encontro. Jô morreu na madrugada desta sexta-feira, 5.

Convidado por Manoel Soares a aparecer de frente às câmeras, o funcionário da Globo explicou a origem de seu apelido “Seu Madruga”, no ambiente de trabalho.

“Um dia ele chegou no estúdio, cumprimentou todo mundo… Ele era assim, não tinha distinção, falava com todos. Quando ele bateu o olho em mim, brincou: ‘Olha, gente… Está aqui conosco, o Silvio Santos liberou, hein! Com vocês, Seu Madruga! Daquele em momento em diante, só me chamaram assim”, relatou o caboman.

Aos prantos, o funcionário da emissora foi acolhido por Manoel Soares. Em homenagem ao apresentador, Valdir Cruz continuou: “Agradeço muito a ele, que descanse em paz. Nós, os profissionais que trabalharam com ele, temos orgulho de dizer, foi uma equipe nota mil!”.

Screenshot 39 2

Direitos Autorais: Reprodução/TV Globo

Fãs resgatam entrevista “icônica” de Jô Soares para homenagear humorista:

A informação da morte de Jô Soares foi divulgada por Flávia Pedras, ex-mulher do humorista, em suas redes sociais. Jô estava internado no Hospital Sírio Libanês desde o dia 28 de julho para tratar de uma pneumonia, segundo a TV Globo. Ele morreu às 2h30 da madrugada.

Segundo Flávia, a despedida será reservada a amigos e familiares. Os locais de enterro e velório também não foram divulgados.

Na publicação, a ex-mulher do apresentador também fez uma homenagem: “Viva você meu Bitiko, Bolota, Miudeza, Bichinho, Porcaria, Gorducho. Você é orgulho pra todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você. Agradeço aos senhores Tempo e Espaço, por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem”.