Animais

Caçador mundialmente famoso morre esmagado por elefante

Durante uma expedição, o grupo de Botha encontrou uma manada de elefantes, dos quais quatro fêmeas atacaram os caçadores a fim de proteger seus filhotes.



O sul-africano Theunis Botha, de 51 anos, um dos caçadores mais conhecidos do mundo, morreu esmagado por um elefante, no Zimbábue. Botha era responsável por organizar caríssimos safáris, principalmente para turistas americanos interessados em caçar animais exóticos, como leopardos, girafas e elefantes.

Tudo aconteceu num lugar conhecido como Fazenda da Boa Sorte, perto do Parque Nacional de Hwange, na região de Gwayi, no Zimbábue. O guia liderava um grupo de caçadores que encontrou uma manada de elefantes, e começou a persegui-los. Porém, quatro fêmeas, a fim de proteger seus filhotes, avançaram contra os intrusos.

Nesse momento, Botha, almejando conter o ataque, disparou seu rifle contra os animais, mas um deles, no entanto, alcançou o caçador e, prendendo-o com sua tromba, manteve-o suspenso no ar. Um dos membros da expedição, a fim de salvar seu companheiro, atirou contra o animal, o qual acabou caindo sobre Botha, matando-o instantaneamente, segundo o canal sul-africano News24.


Um fato curioso é que, em julho de 2015, próximo àquele local, Theunis havia matado um famoso e amado leão do país africano, chamado Cecil.

De acordo com uma agência de notícias de Joanesburgo, capital da África do Sul, o fato aconteceu em 2017, mas só alcançou notoriedade anos depois.

Botha tinha cinco filhos e gostava de tirar fotos ao lado deles e de suas presas mortas. A família vivia província de Limpopo, no Norte da África do Sul.

O porta-voz da autoridade que administra os parques no Zimbábue, Simukai Nyasha, confirmou o ocorrido, bem como a morte do entusiasta de safáris, deixando claro que a caçada havia sido autorizada.


Direitos autorais: reprodução BBC News.

O site da empresa, criado pelo caçador juntamente com sua esposa, em 1983, exalta as especialidades de Theunis e declara que ele era um dos introdutores das caçadas ao estilo europeu na África do Sul e que a empresa nasceu como fruto do amor do casal pela África e suas belezas.

Ainda segundo o site, o caçador abraçou a paixão de seu coração pelos safáris de caça em tempo integral na África do Sul.

De fato, trata-se de uma profissão que divide opiniões.


Queremos saber qual é a sua. Deixe-a nos comentários!

Órfã da Nigéria ganha a primeira boneca e sua alegria é contagiante!

Artigo Anterior

Mãe se recusa a abandonar seu bebê com deficiência mental. Ele se forma em Harvard!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.