Animais

Cachorrinha grávida salva 4 pessoas de um hospital em chamas. Verdadeira heroína!

Matilda sofreu queimaduras por todo o corpo e acabou desmaiando por conta da fumaça, mas teve papel crucial no resgate de quatro pessoas.



Até hoje é impossível mensurar todas as qualidades de cachorros de estimação. Perfeitos companheiros, leais e sempre dispostos a ajudar seus amigos humanos, não existe defeito quando o assunto é o universo canino. Talvez alguns sejam pegajosos demais, mas isso está muito longe de ser um defeito!

Alguns desenvolvem um instinto tão protetor, que são capazes de fazer tudo para salvar quem amam, e até quem nem sequer conhecem, assim como Matilda, a heroína dessa história. A cachorrinha prenha, que vive em São Petersburgo, chamou a atenção de todos os jornais quando entrou em um hospital em chamas para salvar quatro pessoas que ainda não haviam sido encontradas.

Segundo informações compartilhadas através da rede social VK, ela teve papel crucial no resgate dos quatro residentes do hospital psiquiátrico que fica na região de Leningrado.


A vira-lata só conseguiu ser resgatada algum tempo depois, pelos voluntários Elena Kalinina e Alexander Tsinkevich, com ferimentos gravíssimos por todo o corpo, por conta do incêndio.

Por mais que Matilda tenha sofrido queimaduras na cara, pescoço e abdômen, os filhotes foram cuidadosamente examinados pelo veterinário, que informou que eles estão se desenvolvendo com muita saúde. Mesmo assim, o profissional não conseguiu dar certeza da quantidade de filhotes que ela carregava, já que é um animal de porte grande.

A vira-lata foi quem alertou os bombeiros sobre quatro pessoas ainda dentro da instituição médica, já que ninguém havia percebido por conta da quantidade de fumaça que tomava conta do ambiente. Seus latidos de alerta fizeram com que aqueles indivíduos pudessem ser salvos e mostrou até onde vai a lealdade de um cão.

Direitos autorais: reprodução/VK.


A ingestão do monóxido de carbono fez com que Matilda desmaiasse no meio do incêndio, mas como o fogo se alastrou rapidamente, os voluntários tiveram dificuldades para entrar de imediato no local.

Todos sabiam o que aquela heroína havia feito, e deixá-la morrer nas chamas não era uma opção, por isso Elena e Alexander conseguiram entrar no local e salvar a cadelinha. Não tem como valorar a importância da cachorrinha naquele cenário de completo caos.

Muitos humanos não teriam a coragem que ela teve e jamais se arriscariam para salvar a vida de outras pessoas, muito menos desconhecidas completas. Mas Matilda, além de um coração puro, mostrou-nos que ainda temos muito a aprender com os animais.

Direitos autorais: reprodução/VK.


Direitos autorais: reprodução/VK.

Os voluntários fizeram questão de ajudar Matilda com o que conseguissem, e a equipe de veterinários informou que a extensão dos ferimentos dela poderia prejudicar a amamentação de seus filhotes. Mas todos sabem quão guerreira a vira-lata é e esperam que nada a possa deter.

“Pai, quero um emprego.” Para ajudar filho com síndrome de Down, família cria a própria empresa

Artigo Anterior

Mulher morta após carro ser atingido por caminhão estava grávida de 6 meses: ‘Sonho dela era ser mãe’, diz irmã

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.