Animais

Cachorro abandonado com paralisia visitou o mar antes de morrer. Deram-lhe o melhor nas últimas horas!

Heart tinha paralisia e foi abandonado por seus antigos donos para morrer, mas conseguiu ser resgatado e passou as últimas horas de vida da melhor maneira possível.



É difícil compreender o ser humano que provoca dor e sofrimento em um cachorro. Não existe justificativa para quem promove o mal sem nenhum remorso, sem perceber que aquele pequeno animal também sente dor e sofre, como qualquer outro ser vivo.

Em alguns momentos, parece que a maldade não tem limites, que estamos cercados de pessoas que, em sua maioria, apenas querem promover o mal. É nessa hora que a esperança reaparece, que podemos restaurar nossa fé nas pessoas novamente, porque sempre surge alguém que lutará pelo correto, pelo justo, e fazer de tudo para espalhar o bem.

O cãozinho Heart (coração, em português) era um pastor-alemão que vivia em Bitonto, na província de Bari, na Itália. Ele sofreu paralisia, o que fez com que seus antigos donos o abandonassem pelas ruas da comunidade.


Como um animal que sofre com paralisia nos membros inferiores conseguiria sobreviver sem os devidos cuidados? Ele foi abandonado para que definhasse sozinho na rua.

Felizmente, uma ONG de proteção aos animais chamada Qua La Zampa resgatou Heart antes que o pior acontecesse. A voluntária da organização, Gianna Serena Manfredi, ofereceu-se para dar o melhor possível para Heart em seus últimos dias de vida. Aquilo era inevitável, sua saúde estava completamente debilitada, ele havia sofrido muito com a solidão e a falta de cuidados.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@gianna.serena_manfredi.

Gianna, a bela alma que ficou encarregada de cuidar de Heart, decidiu levá-lo à praia mais próxima que conhecia, assim eles poderiam aproveitar a brisa e o sol. Era tudo o que estava ao seu alcance, o cachorro estava completamente debilitado. Ele possuía uma gravíssima inflamação na coluna, a ponto de imobilizar suas patas traseiras e precisar de cadeira de rodas.


Em uma postagem no Facebook, a organização escreveu como se o próprio Heart tivesse dito aquelas palavras.

Dizia que o mar era lindo, o vento acariciava seus ouvidos e a mistura dos sons batendo nas pedras, com o silêncio do inverno pairando no mar, fizeram-no esquecer do abandono, quase adormecendo.

Ele não conseguia chegar às pedras ou ao mar, mas todos os presentes o ajudaram-no naquele momento único, refrescando Heart com aquela água, que lhe dava a sensação de liberdade.

Infelizmente, esse foi o último momento do cãozinho, que precisou se despedir desse mundo depois de passar por momentos de muita dor e sofrimento. Mas devemos agradecer àqueles que decidiram tornar seus últimos suspiros talvez os melhores que ele já tenha dado na Terra.


O que achou dessa emocionante história?

Compartilhe-a com seus amigos e nas suas redes sociais!

“Dias calmos, de estabilidade e pequenos progressos”: marido fala da luta de Paulo Gustavo contra covid-19

Artigo Anterior

Depois que casal morre de covid-19, mais de 50 cachorros ficam sem casa

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.