Animais

Cachorro é descartado na rua pelo antigo dono por não conseguir mais caçar, mas é resgatado!

Carson foi descartado porque sua única função já não podia mais ser executada. Foi descartado como se não tivesse sentimentos.



O abandono animal é um caso muito sério na atualidade, e deveria ser encarado como tal, principalmente porque envolve os sentimentos de outros seres vivos.

O respeito e a valorização da vida não devem ser encarados como genuínos apenas quando envolver seres humanos, uma parte das pessoas, principalmente as que não se importam com outras espécies, não veem problemas em descartar os animais como se fossem lixos.

Em algumas regiões, algumas espécies de cães são usadas para caça, empregando o faro para ajudar os caçadores a abater as presas mais facilmente. Mas como usam muito do físico, assim que atingem certa idade, passam a não ser mais tão rápidas nem a farejar com tanta eficiência, o que faz com que sejam abandonados. Foi exatamente isso que aconteceu com Carson, o cãozinho preto e branco que você vê nas imagens.


Como nunca foi tratado como um ser vivo, com sentimentos, e sim apenas explorado para que seu antigo dono conseguisse algo, assim que parou de servir para o seu “propósito”, simplesmente foi deixado em qualquer lugar, para que passasse fome.

O cãozinho estava completamente assustado quando foi encontrado, além disso, não tinha forças para se levantar e buscar comida ou se proteger do tempo, demonstrando estar doente. Um morador da região ligou para o grupo de resgate DAR Animal Rescue, que imediatamente mandou uma equipe para tirá-lo daquele lugar.

Direitos autorais: reprodução YouTube/DAR Animal Rescue.

Direitos autorais: reprodução YouTube/DAR Animal Rescue.


O primeiro procedimento de uma equipe de ativistas é encaminhar o animal resgatado para o veterinário, para saber se tem alguma doença ou está saudável. Essa medida é imprescindível para que os animais saudáveis não fiquem em contato com os doentes, por isso não pode ser negligenciada.

Carson foi diagnosticado com leishmaniose e dirofilariose, duas doenças gravíssimas, que precisam de suporte e acompanhamento adequados regularmente. Por sorte, ele conseguiu ser tratado de maneira efetiva e foi encaminhado para um abrigo provisório na região, para terminar seu tratamento.

A mulher que o adotou provisoriamente se encarregou de limpar suas feridas, dando-lhe todos os remédios necessários e garantindo que ele ficasse saudável novamente. No abrigo definitivo, onde deve ficar até ser adotado, todos perceberam que ele tem muito medo de outros cães, como se nunca os tivesse visto ou como se tivesse sofrido um trauma, já que sua única reação era tremer muito.

Direitos autorais: reprodução YouTube/DAR Animal Rescue.


Direitos autorais: reprodução YouTube/DAR Animal Rescue.

Todos continuam ajudando Carson de todas as formas, e agora o cãozinho já não fica mais tão desconfortável na presença de outros animais. Os voluntários e envolvidos aguardam uma família bondosa e amorosa, que possa dar a ele tudo o que nunca recebeu na vida.

Para ajudar mãe desempregada, jovem, que quase desistiu da faculdade, pede ajuda e ela ganha emprego

Artigo Anterior

Catador, que não tinha móveis e cozinhava em lata de sardinha, ganha mais de R$ 115 mil em doações

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.