Notícias

Cachorro foge de casa, é flagrado brincando na água de chafariz e vídeo viraliza

A diversão de um cachorro no chafariz da Praça da Xícara, em Paranavaí, noroeste do Paraná, viralizou nas redes sociais. Ele foi filmado enquanto pulava e brincava na água e o vídeo fez sucesso na cidade.



Thor vive com o empresário Paulo Roberto Santana. O tutor disse que, toda vez que o cachorro escapava, voltava para a casa molhado.

“Ele ficava preso, mas fazia muito escândalo, então comecei a deixá-lo comigo no escritório. Às vezes sumia e voltava sempre na hora do almoço”, contou o empresário.

Nesta semana, Paulo entendeu o que aconteceu quando descobriu um vídeo do cachorro nas redes sociais. Ele viu o próprio cão pulando e se divertindo no chafariz da cidade.


Flagrado no chafariz

Ao sair de casa, o cachorro costumava caminhar por volta de um quilômetro até chegar na Praça da Xícara. Lá, ele encontrava o chafariz e era pura diversão.

Nesta semana, Thor foi flagrado. Enquanto ele brincava e pulava na água do chafariz, o arquiteto John Rodrigues, que passeava com o afilhado, viu a cena e ficou surpreso com a situação.


“Ele queria brincar. Brincou bastante com meu afilhado, que ficou ensopado inclusive. Ele pulava na água, saía, brincava um pouco fora e voltava para a água”, disse John.

Por achar curioso, ele filmou para mandar para uma amiga veterinária e também postou nas redes sociais. O vídeo repercutiu e viralizou na cidade e Thor ficou famoso, conforme o tutor.

“O povo começou a postar foto nas redes sociais com ele, vir até aqui em casa para conhece-lo”, disse Paulo, que adotou o cachorro em 2020, por se sentir sozinho.

Segundo o tutor, Thor sempre demonstrou gostar muito de água. Mas nunca tinha pregado tamanha peça na família.


“Sempre soube que ele gostava de água mesmo. A moça que organiza a casa, quando lava a área, tem que mandar ele sair, porque fica no meio da água”.

Direitos autorais: Reprodução/RPC Noroeste

Acabou a festa

Após descobrir que o cachorro estava saindo de casa enquanto ele trabalhava, o tutor passou a tomar mais cuidado para que ele não volte a escapar. Com isso, acabou a festa no chafariz.


Os dois também tiveram uma conversa de perto e Paulo explicou a Thor que o chafariz não é lugar para cachorro tomar banho.

Família denuncia preconceito contra aluno de 11 anos após sugestão de trabalho com tema LGBT em grupo da escola

Artigo Anterior

Quando não for possível a distância física, tome distância emocional

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.