Notícias

Cachorro que ajudava nas buscas por Lázaro é carregado nas costas por PM após se ferir em rio

Cinco cães farejadores trabalham nas buscas pelo suspeito, entre eles, a cadela Cristal, que ajudou nas buscas em Brumadinho (MG). Lázaro está fugindo há 14 dias.



Um vídeo divulgado pela Polícia Militar mostra o momento em que o cão Sauke, um pastor alemão do Comando de Policiamento de Cães (CP Cães), é carregado nas costas por um militar após se ferir durante as buscas por Lázaro Barbosa (veja acima), em Cocalzinho de Goiás. As imagens foram divulgadas na segunda-feira (21).

Sauke se machucou em uma pedra dentro de um rio. Ele teve um corte na pata traseira. A PM informou que o cão policial se recupera do ferimento superficial e está bem.

Direitos autorais: Reprodução/Polícia Militar de Goiás


Ele foi levado para uma clínica veterinária em Goiânia onde recebeu cuidados e tratamento. O problema com o animal aconteceu durante as buscas na última quinta-feira (17).

Cinco cães farejadores trabalham nas buscas pelo suspeito, entre eles, a cadela Cristal, que ajudou nas buscas por desaparecidos em Brumadinho (MG). De acordo com a PM, os cães farejam o odor do alvo em diversos terrenos, inclusive na água.

Direitos autorais: Vitor Santana/G1 Goiás


Buscas no 14º dia

O trabalho de buscas nas matas de Cocalzinho entraram no 14º dia nesta terça-feira (22). Os agentes passaram a contar com rádios comunicadores que têm um alcance de até 30km, além de helicópteros, cães e drones com visão noturna e térmica.

Na segunda-feira (21), uma moradora denunciou que viu um homem, parecido com o fugitivo, passar por uma propriedade rural. Segundo ela, ele estava mancando.

Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área.


Chacina no DF

Direitos autorais: Arquivo pessoal

Segundo a polícia, ele reapareceu e cometeu uma chacina contra uma família de Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho.

Ele é suspeito de assaltar a fazenda e matar a tiros e a facadas os integrantes da família Vidal:


  • Cláudio Vidal, de 48 anos – pai e empresário;
  • Gustavo Vidal, de 21 anos – filho do casal;
  • Carlos Eduardo Vidal, de 15 anos – filho do casal;

  • Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos – a mulher do empresário foi sequestrada e morta. O corpo foi achado no sábado (12), em uma mata próxima à casa da família.

Cronologia da fuga


  • 9 de junho: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos. Roubou a chácara após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele;
  • 11 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás logo em seguida.
  • 12 de junho de 2021: Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região, sendo que dois estavam em estado grave até sábado (19).
  • 13 de junho (domingo): Furtou um carro e o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata.

  • 14 de junho : Caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa (veja o vídeo abaixo). Chacareiro relatou que ele fugiu depois de ser atingido. Lázaro foi filmado no curral de uma fazenda entre os distritos de Edelândia e Girassol. A polícia acredita que ele passou a noite no local. O caseiro diz que o homem pediu comida e em seguida fugiu para a mata;
  • 15 de junho: Dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. Delegado diz que Lázaro fez casal e adolescente reféns em Edelândia. Uma parente da família relatou os momentos de pânico;
  • 16 de junho: Lázaro Barbosa foi visto por um morador em uma área rural.
  • 17 de junho: a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Houve nova troca de tiros e secretário de segurança pública acredita que ele esteja ferido;

  • 18 de junho: durante buscas o secretário de segurança pública disse que acredita ter visto Lázaro. Segundo PRF, ele foi visto em um chiqueiro durante a tarde, mas fugiu novamente para vegetação;
  • 19 de junho (sábado): a houve uma grande movimentação de policiais na região de Águas Lindas, depois que um morador afirmou ter visto Lázaro em uma gruta da região. No mesmo dia, a cadela que atuou nas buscas pelas vítimas da tragédia de Brumadinho chegou a Cocalzinho de Goiás;
  • 20 de junho (domingo): as buscas por ele foram intensificadas por policiais civis, militares e federais. Foram usadas três aeronaves e cinco cães farejadores na caçada.
  • 21 de junho (segunda-feira): Pela manhã uma moradora denunciou que viu um homem, parecido com o fugitivo, passar por uma propriedade rural. Policiais e bombeiros com cães farejadores acompanharam a mulher para fazer uma verificação na área. Militares de vários batalhões vasculharam casas rurais em busca de pistas e rastros que Lázaro possa ter deixado;
  • 22 de junho (terça-feira): policiais retomam buscas por Lázaro e recebem rádios comunicados do Exército Brasileiro com alcance de 30km.

Policiais matam jovem com transtornos mentais que fez post sobre Lázaro

Artigo Anterior

“Chamado dado por Deus.” Em 30 anos, mulher abriu sua casa para mais de 400 filhos adotivos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.