Animais

Cadela confortou gatinha órfã e cuidou dela com muito amor. Hoje são melhores amigas!

A amizade dessas duas é uma prova de que há um espaço para todos no coração dos animais!



As amizades improváveis de animais são sempre lindas. Já contamos por aqui algumas dessas histórias, como a do cãozinho que consolou o potrinho órfão e do cão que salvou o filhote de cervo que se afogava.

Hoje trazemos outra história especial, que prova que o coração dos animais é gigante e sempre tem espaço para novos amigos. Morgan, mãe humana de quatro animais de quatro patas, contou ao Love Meow, como uma de suas cadelinhas virou a melhor amiga de uma gatinha que estava em apuros.

Segundo a mulher, não estava nos planos adotar um novo felino. No entanto, um belo dia, uma gatinha apareceu miando no quintal da sua fazendo. Assim que ouviu o barulho do filhote, ela começou a procurá-lo, mas não o encontrava.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@pollyandpax.

Então, contou com a ajuda de um dos seus gatos, e encontrou a pequena fêmea abandonada em um toco. Morgan esperou um tempo para ver se a sua mãe felina retornaria, mas conforme foi escurecendo, resolveu levá-la para dentro, pois o local era frequentado por raposas.

A gatinha, que foi chamada de Polly, estava coberta de pulgas, e Morgan não poderia deixá-la daquele jeito. Então, deu-lhe um bom banho e tirou todos os insetos dela.

Paxton, sua cadela, também conhecida como Pax, percebeu uma movimentação diferente na casa e chegou mais perto para ver do que se tratava. Logo nos primeiros momentos ao lado de Polly, ela se apaixonou completamente pelo novo membro da fazenda, e começou a cuidar dela com todo o amor e carinho.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@pollyandpax.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@pollyandpax.

A gatinha, atraída pelo calor de Pax, logo se aconchegou por perto, parando de chorar e sentindo-se protegida perto da nova amiga. Com o passar do tempo, o relacionamento delas foi se estreitando e elas nunca mais se separaram.

Morgan alimentou Polly com mamadeira por três semanas, e quando a felina passou a se alimentar de ração, Pax ficava ao seu lado o tempo todo, garantindo que a gatinha comeria tudo certinho. Quando a alimentação terminava, a cadela imediatamente começava a limpá-la, um gesto com ar de maternidade.


Segundo Morgan, Pax ensinou a Polly muitas coisas de cachorro, inclusive um barulho que imita um latido. Hoje em dia, elas fazem tudo juntas, inclusive dormir e se divertir com os mesmos brinquedos.

Hoje em dia, Polly está com quase 2 anos e Pax, quase 15 anos. O vínculo delas é mais forte do que nunca e sua amizade é fortalecida todos os dias. Registros das duas são compartilhados no seu perfil no Instagram.

“Me detestava, hoje me sinto belíssima ao natural.” Pocah fala sobre processo de aceitação do corpo

Artigo Anterior

Pai herói arrisca a vida para salvar filhas de grave incêndio e web arrecada mais de R$ 1 milhão!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.