Amor-PróprioO SegredoVida

Café e jasmin em busca da felicidade

café e jasmin em busca

Sentada ali do outro lado da sala de paredes amarelas estava ela, Sarah, uma mulher de seus aproximados 30 anos de idade, profissional da área de finanças, uma aparência altiva porém frágil ao mesmo tempo, era uma garota interiorana, que viera para cidade acompanhada de seus pais aos 10 anos de idade, porém nunca perdeu a simplicidade do campo, cheirava a jasmin e café, uma mistura bem apropriada para uma sessão de coach as 7 horas da manhã de uma segunda-feira chuvosa.



– Olá Sarah tudo bem, como passou seu final de semana?

– Oi Lis tudo bem sim, aliás, depois de nossa primeira conversa, cheguei a uma conclusão sobre minha meta, ou melhor, poderia chamá-la de missão de vida?

– Claro, e porque não, me conte mais sobre sua missão de vida então, o que você passou arquitetando esse final de semana?


– Sabe aqueles dias em que você senta sob a sombra de uma árvore, com um livro em uma mão e uma maçã na outra, e você sente aquele sol morno da manhã acariciando seu rosto, aquela brisa leve que bagunça seus cabelos de uma maneira encantadora, o barulho de crianças correndo, sorrindo, gritando, algo vívido o qual você imagina que poderá acontecer com você a qualquer momento, ai você pensa – Porquê quando eu tiver dinheiro suficiente para me aposentar, quero fazer justamente isso, passar minhas manhãs de sol de final de semana, lendo um bom livro, debaixo de uma bela árvore, e não me preocupar com absolutamente nada… Pois eu estou vivendo isso agora! Eu vivi isso no meu final de semana, porque esperar até eu me aposentar, e quem foi que disse que eu vou sobreviver para me aposentar? E quem disse que quando eu me aposentar terei o mesmo ímpeto, a mesma vontade de viver, o mesmo apreço pelas coisas simples que eu tenho hoje? Estou na casa dos meus trinta anos, quanto tempo mais esperarei para ter um filho? Para começar uma família, para ser feliz? Eu quero tudo isso pra ontem!

– Ok Sarah, mas me diga uma coisa então, qual é a sua missão de vida?

– Ser Feliz.

– E o que é felicidade pra você?


-Felicidade é viver intensamente, viver o hoje, viver as coisas simples, apreciar o que eu tenho e o que posso fazer com o que já tenho sem esperar por aquilo que ainda me falta.

– E como é que você pode começar a ser feliz?

– Vou ter que largar esse emprego que me escraviza, durante 6 meses, esse foi o primeiro final de semana que pude fazer algo que realmente me deixasse em paz comigo mesma, talvez, seguir minha paixão por gastronomia, abrir um bistrô, ou vender minhas criações online, hoje em dia tudo se vende online não é mesmo?

– Agora me diga Sarah uma ação que você poderá realizar essa semana para chegar mais perto do alcance da sua missão de vida.


– Amor-próprio, essa será minha primeira ação dessa semana.

A ovelha negra não é má: apenas diferente!

Artigo Anterior

Coisas que aprendi viajando sozinha

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.