ComportamentoColunistas

Cansei de entender

cansei de entender

Cansei de tentar explicar o inexplicável.



Cansei de tentar compreender aquilo que não podia mais entender.

Cansei de traçar raciocínios pra tentar explicar o que foi, ou prever aquilo que será.

Por muito tempo achei que a vida era dos sensatos. Daqueles que tinham respostas pra tudo, que sabiam os porquês do que o ocorreu e do que iria acontecer. Hoje, vejo que minha vida não cabe mais em meus raciocínios lógicos.


Quantos diálogos mentais que não se transformaram em palavras?

cansei de entender2

Quantos mapas traçados dos meus dias, que morreram no primeiro minuto da manhã?

Quantas previsões astrológicas furadas?


Quantas cartas embaralhadas, cortadas, tiradas que em nada deram?

Quantos boros de café nas xícaras que não valeram o gole que tomei?

Até as linhas das minhas mãos hoje parecem ser diferentes…

O que me disse mesmo a cigana?


Será que por ter virado na curva da estrada na segunda de manhã me perdi do príncipe que nunca encontrei?

Por que continuo a ler o céu se sou analfabeto das estrelas? Por que ainda tento ouvir o vento se meus ouvidos estão surdos para a vida?

Talvez porque minhas esperanças sejam uma doce mãe que não me deixa sair de casa de manhã sem vestir o casaco dos meus sonhos.

Só que não sei se é o tempo frio, ou se foi um friozinho no meu coração, mas a verdade é que eu cansei de tentar entender, explicar e prever.


Percebi que lutar com a vida é uma disputa ingrata em que minha mente perdeu a queda de braço. Hoje ela está esgotada, ferida, cansada, sem forças pra continuar.

Estirada no chão da existência foi que percebi que se para viver se bastasse explicar a vida acabaria dentro de uma razão matemática.

É impossível só se explicar e não sentir, porém, é possível sentir sem explicar.

Acho que se a vida fala uma linguagem, e que se existe uma linguagem universal ela é a do coração. Pois, meus pensamentos podem ser incompletos, contraditórios e enganosos, mas o que sinto não me deixa dúvidas.


O que sentimos diz muito mais de nós do que aquilo que pensamos. Quando tudo ganha sentido não precisamos mais de significado. Pois significado vem de signo, figura, forma, aquilo que se representa, enquanto sentido vem do sentir, daquilo que se vive! Não quero mais representar, quero viver.

A vida é cheia de curvas, nuances e alterações, num mar de transformações constantes que meus pensamentos já não acompanham mais.

Por isso não adianta, por mais que eu tente jamais vou entender minha vida e muito menos controla-la.

Mas sempre poderei vivê-la e sentir o que ela tem de melhor.


Então apesar de não ter as explicações que preciso, as coisas que eu quero ou as previsões que ansiava, mesmo quando tudo continuar parecendo uma bagunça, sei que a melhor atitude sempre será desligar a mente e abrir o coração.

Às vezes choramos tantas lágrimas que nelas poderiam nadar baleias

Artigo Anterior

Chegou a hora de despertar a sua luz

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.