Notícias

Cantora denuncia assédio cometido por colega de banda: “Abusou de mim”

capacantora denuncia assedio cometido por colega de banda Abusou de mim
Comente!

A vocalista compartilhou o acontecido nas redes sociais. Entenda!

O assédio sexual é um crime previsto em lei. O artigo 216-A do Código Penal define o crime como “Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício do emprego, cargo ou função”. A pena é a detenção de um ou dois dois, sendo aumentada se a vítima for menor de 18 anos.

Apesar disso, diariamente vemos notícias e denúncias, especialmente de mulheres se dizendo assediadas por homens e outras pessoas de seu entorno, desde familiares até desconhecidos.

Na última terça-feira (4), a cantora Larissa Ferreira, vocalista da banda de forró “Mastruz com Leite”, postou em seu perfil no Instagram uma sequência de stories sobre um suposto assédio por um colega do mesmo grupo musical.

Conforme Larissa, ela e o marido hospedaram o homem em sua casa, depois de jantar e beber juntos num restaurante. A cantora explicou que ela e o marido não têm o costume de beber, por isso acabaram entrando em um estado de “coma alcoólico”, e foi nesse momento que tudo aconteceu.

Enquanto Larissa e o marido dormiam, o homem também ficou dentro do quarto, na rede de sua filha. Em determinado momento do vídeo, ela contou que sentiu uma pessoa tocando o seu corpo, beijando o seu rosto, cheirando-a e segurando a sua mão em suas partes íntimas. Ela acusou o companheiro de trabalho, que não foi identificado, de assédio, dizendo que ele fez isso enquanto ela estava na própria cama, com seu marido do lado.

A cantora contou que conseguiu fazer o homem se distanciar depois de se mexer bruscamente na cama, e que não contou ao marido na hora com medo da sua reação.

Depois que o homem saiu de perto, Larissa conta que se levantou, ficou quieta e ponderou se deveria contar ou não o acontecido ao marido. Ela desabafou dizendo que não sabia se ele a entenderia e como procederia. A cantora contou que foi invadida por uma crise de ansiedade nesse momento.

Ela ainda contou que a banda lhe prestou apoio depois disso, mas que nenhuma medida foi tomada no momento por estarem em viagens para shows.

Muito emocionada por falar sobre o fato, a cantora alertou os seus seguidores para tomarem muito cuidado. “Eu estava com roupa normal, mesmo que eu estivesse nua, eu estava na minha cama, com meu marido. Ninguém tem direito de tocar em mim, em nenhuma mulher, se ela não deixar”, pontuou.

A banda “Mastruz com Leite”, que tem mais de 30 anos de atividade, manifestou-se nas redes sociais, solidarizando com a vocalista e dizendo que já está tomando medidas cabíveis em relação ao suspeito.

Confira a nota na íntegra: “Nós da banda Mastruz com Leite nos solidarizamos à nossa cantora Larissa Ferreira, que relatou em suas redes sociais ter sofrido assédio em sua casa, por outro integrante da banda. A empresa já está tomando as medidas quanto ao músico e está providenciando apoio à cantora, que está fragilizada, mas acolhida pela família e amigos. A Banda Mastruz Com Leite reforça que repudia toda e qualquer forma de abuso contra mulheres, seja físico, psicológico ou sexual. Seguimos dando assistência e oferecendo suporte para Larissa“.

Segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde (PNS), divulgados em maio de 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério da Saúde, menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual.

As entrevistas foram feitas em 2019, em visitas a mais de 100 mil domicílios selecionados por amostragem em todo o país.

Comente!

Filhas de Gugu já têm acesso à herança de R$ 600 milhões

Artigo Anterior

Avô constrói tirolesa para neto dentro de apartamento, em PE, e viraliza

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.