Notícias

Cantora gospel Bruna Karla é detonada na web após fala homofóbica

Foto: Instagram
bruna 2

A cantora gospel Bruna Karla está sendo detonada nas redes sociais após circular um trecho de sua entrevista ao podcast Positivamente, onde ela é acusada de dar uma série de declarações homofóbicas a respeito do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Durante a conversa com Karina Bacchi, Karla contou que só iria ao casamento de um amigo gay caso ele estivesse se casando com uma mulher.

“Teve um amigo que me perguntou: ‘Bruna, quando eu me casar você vai no meu casamento?’ e eu olhei para ele, fui bem sincera e disse: ‘Ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’”, contou.

“Estou falando de um amigo, homossexual, que a gente tem essa liberdade, e eu falei que o dia que eu aceitar cantar em um casamento com outro homem, eu posso parar de cantar sobre a bíblia e sobre Jesus“, completou a artista.

Nas redes sociais, internautas repercutiram o momento e apontaram que a declaração de Karla trata-se de crime de ódio. “Ela deveria ter sido presa no exato momento que falou um crime desse. E outra coisa, que tradução de bíblia é essa desse pessoal?”, indagou um internauta.

“A menina toda montada e de rosa, até a Bíblia deve ser rosa, mas acha que luxúria não é pecado!”, comentou outra. “Só sendo um lixo de ser humano pra falar assim com alguém”, atacou um terceiro.


Se você presenciar um episódio de violência contra crianças ou adolescentes, denuncie o quanto antes através do número 100, que está disponível todos os dias, em qualquer horário, seja através de ligação ou dos aplicativos WhatsApp e Telegram.

O mesmo número também atende denúncias sobre pessoas idosas, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade, população LGBT e população em situação de rua. Além de denúncias de discriminação étnica ou racial e violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais.

0 %