Animais

Cão cuida de amigo “da mesma raça”, que foi atropelado, até o socorro chegar. Não saiu de seu lado!

Um exemplo de amizade animal que conquistou o coração de muita gente. Veja!



Os cães não são apenas grandes amigos dos humanos, eles também podem se dar bem com diversos tipos de animais, inclusive com aqueles de sua própria espécie, com quem, muitas vezes, compartilham momentos únicos de companheirismo.

Um caso que aconteceu em Iguatu, no sul do Ceará, e foi contado pelo G1, mostrou um incrível exemplo de amizade animal e chamou a atenção de muitas pessoas.

No último dia 14, um cãozinho vira-lata foi atropelado em uma das principais avenidas da cidade. Ele teria que passar por essa situação difícil sozinho, se não tivesse contado com uma ajuda tão especial.


Outro cão, da mesma raça, viu sua situação e permaneceu ao seu lado a noite inteira, até que a ajuda chegasse.

A cena triste que, ao mesmo tempo, era um exemplo da lealdade canina, impressionou muitos habitantes da cidade, que registraram a situação e buscaram ajuda.

Marina Assunção, uma enfermeira, que também é membro de uma ONG da cidade, foi quem auxiliou no resgate do animal. Ela contou que a informação chegou até eles ainda no domingo, através de grupos de WhatsApp. No entanto, só conseguiram ir até o local na segunda de manhã, quando tinham um veterinário disponível.


Os cães ainda estavam do mesmo jeito, e quando chegaram lá, os resgatadores foram recebidos com um certo receio.

Segundo Marina, o cão que ficou ao lado do companheiro ferido ficou um pouco agressivo ao perceber a movimentação, não querendo deixar outras pessoas se aproximarem, provavelmente no intuito de proteger o amigo.

No entanto, Marina e a amiga veterinária foram ganhando a confiança do animal, e o resgate foi realizado. A enfermeira disse que o cãozinho ficou o tempo todo perto do outro, lambendo-o e passando suas patas nele, como se tentasse reanimá-lo. Quando colocaram o ferido no carro, ele também entrou no veículo, e permaneceu junto até o atendimento na clínica.

Na clínica veterinária, o animal recebeu medicação, água e alimentos. Possíveis fraturas ainda estão sendo investigadas, e ele permanece sem andar. Ele será levado para o município vizinho, Juazeiro do Norte, para que seja avaliado por um ortopedista.


O grande amigo, que permaneceu ao seu lado, foi encaminhado com ele a um lar temporário, onde estão recebendo todos os cuidados necessários até que estejam prontos para adoção.

Marina disse que não sabe qual a ligação dos cães, que provavelmente têm entre 9 meses e 1 ano, mas que a história chamou a atenção, especialmente pela união e companheirismo demonstrados pelo cão que agiu como seu cuidador.

Os cães realmente não deixam de surpreender.

Desejamos que encontrem um bom lar e que permaneçam amigos, pois sua união é forte e inspiradora!


Mulher que teve trigêmeos na 3ª gravidez, em “progressão aritmética”, está internada, em estado grave

Artigo Anterior

Ator do “Sítio do Picapau Amarelo” morre em decorrência da covid-19, aos 76 anos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.