publicidade

Cão que não era adotado por causa de sorriso “feio” seria sacrificado, mas ganhou lar cheio de amor!

Considerado o cachorro que nunca seria adotado, Zeus seria sacrificado por não haver mais espaço no abrigo. O jovem Dustin se sensibilizou e lhe deu o lar amoroso de que ele precisava.



Nem sempre nosso humor e personalidade batem com os das pessoas. Alguns de nós temos o gênio bem difícil e a personalidade que sempre gera choques aonde quer que vamos.

Isso também acontece com os pequenos animais. Cachorros, às vezes, são mal interpretados e ganham fama de nervosos, agressivos e raivosos.

A história do pequeno Zeus tem um certo teor de drama. Ele era visto no abrigo local como um cãozinho incapaz de ser adotado. Com um sorriso peculiar e considerado bem raivoso, as pessoas se afastavam dele, até os próprios funcionários do local sentiam medo de chegar perto dele.

Todos por lá já haviam desistido. O pequeno labrador nem se mexia, quando famílias visitavam o local em busca de um cachorrinho. E quando chegavam perto, bom, a reação de Zeus não despertava muito carinho.


Ainda havia o problema da superlotação no abrigo, e a solução encontrada por aqueles que tinham medo do cachorro era sacrificá-lo.

A poucos dias de Zeus sofrer eutanásia, o jovem Dustin Kelley visitava o abrigo de cães local, sem intenção nenhuma de adotar mas, ao saber por que Zeus era o cachorro mais triste do local, ele se compadeceu e o adotou.

Como se tudo estivesse resolvido, Dustin ainda precisou convencer o abrigo a passar o cachorro para ele. O problema, como ele próprio disse ao The Dodo, é que as pessoas não tinham confiança em Zeus, muito menos carinho para dar a ele. O rapaz ainda reparou que a tristeza que o cachorrinho carregava tinha a ver com essa falta de amor.


Sobre os dentões, característicos de cachorros rosnando e em estado raivoso, ele diz que não tinha nada a ver com isso. Dustin revela que, com o passar do tempo, ele percebeu que essa é a forma que Zeus encontrara para mostrar excitação e entusiasmo.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Dustin Kelley.

Depois de algumas semanas, Zeus já passara a confiar no novo dono e se tornara o melhor amigo. Agora ele é uma das estrelas em todo lugar por que passa. As pessoas o reconhecem na rua, nas idas aos lugares que costumam frequentar.

Ao dar uma chance a um cachorro que ninguém punha os olhos, Dustin mostrou que ainda havia uma forma de ajudar o pequeno a ter uma família amorosa. Ainda assim, Zeus agora é capaz de dar mais amor do que Dustin imaginara.

Ambos vivem uma linda história de companheirismo e amizade mútua. Ao salvar o cãozinho que não seria adotável, o rapaz salvou também a ele mesmo e pode agora viver uma grande relação de companheirismo.

O que você achou da guinada na vida de Zeus?

Comente e compartilhe esta história com os amigos!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.