publicidade

Cão que teve patas cortadas e estava abandonado na chuva é salvo e tem reviravolta emocionante!

Confira o triste caso de Shanxin, um cãozinho que já havia sofrido demais e precisava do cuidado de pessoas bondosas!



Os maus-tratos de animais é uma realidade difícil de aceitar. Quando cães, gatos e outros bichos vagam pelas ruas, em situação de abandono, ficam extremamente vulneráveis aos caprichos do tempo e das pessoas. Mesmo que não tenham um lar, esses animais dependem da boa ação de indivíduos caridosos que lhe doam o que têm.

Além de depender da doação de alimentos, eles ainda ficam expostos à maldade humana sem limite. Algumas pessoas sem coração e com traços de personalidade duvidosos têm a capacidade de buscar pelas ruas e vielas animais vulneráveis que possam fazer mal. São bichinhos que apanham, que sofrem coação e todos os tipos de abusos imagináveis. Sofrem porque não têm voz.

Em Taiwan, a organização Animal Shelter, composta de voluntários independentes, compromete-se com os animais abandonados. Há cerca de um mês, a ONG foi avisada sobre um cachorro que estava na beira da estrada, caído e em completa solidão. Os denunciantes disseram que o que a equipe ia encontrar seria chocante, isso deu ainda mais gana de continuar.

O dia estava chuvoso, um dos moradores da região posicionou um guarda-chuva para proteger o cãozinho e lhe providenciou um pouco de comida.

Mas ninguém chegou a tirá-lo dali, ninguém sabia como manusear aquele animal que aparentava sofrer tanto. Quando a equipe de resgate se aproximou, o que viu foi estarrecedor: duas patas do cachorro haviam sido cortadas!


Direitos autorais: reprodução YouTube/Animal Shelter.

Um absurdo e intolerável ato de desrespeito contra a vida!

O cachorro tinha duas patas cortadas, uma delas completamente infeccionada e infestada de parasitas. O voluntário que se propôs a tirar o pobre animal dali tentou acariciá-lo, mas logo percebeu que essa seria uma difícil tarefa.

A agressividade era compreensiva, depois de tanto sofrer, ele precisava se defender de alguma forma. Foi preciso colocar uma espécie de “focinheira” no animal, para que ele não mordesse ninguém, aquele resgate era urgente, ele precisava de ajuda e acompanhamento veterinário o quanto antes. As investidas foram muitas, mas ele conseguiu segurar o cão em seus braços e colocá-lo em uma caminhonete.


Direitos autorais: reprodução YouTube/Animal Shelter.

Levado imediatamente ao veterinário, o profissional constatou a necessidade de terminar a amputação das patas cortadas. Sob o nome de Shanxin, o cãozinho começou a melhorar, a sentir cada vez menos dor, o que também ajudava no processo de retomada da confiança nos humanos.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Animal Shelter.

Depois do que ele passou, não que mereçamos muito, mas a equipe de voluntários se esforçou muito para fazer valer. Dia após dia, durante horas a fio, todos tentavam uma aproximação; a paciência precisou ser grande. Mas todos ali admiravam a resistência, força e bravura de Shanxin, que lutou muito para permanecer vivo.

Direitos autorais: reprodução YouTube/Animal Shelter.

Depois do lento processo de fazer amizade, o cachorro ganhou uma cadeira de rodas adaptada ao seu tamanho e iniciou-se o processo para aprender a andar naquele instrumento, mas Shanxin foi capaz de aprender rapidamente. Todos os voluntários que se engajaram na causa do animal perceberam o tamanho de sua felicidade.

Hoje o animal ainda vive com seus cuidadores do abrigo, recebe todo carinho e amor que merece, e precisa de um longo processo de recuperação. Assista ao vídeo do seu resgate:

O que achou deste caso?

Comente abaixo e compartilhe o texto nas suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.