Animais

Cãozinho encontrado no meio do lixo, completamente mordido, ganhou novo lar. Salvaram sua vida!

3 capa Caozinho encontrado no meio do lixo completamente mordido ganhou um novo lar Salvaram sua vida

Quando o resgatou, Melanie afirmou que nunca havia visto um animal tão negligenciado. Todos acharam que ele não resistiria aos ferimentos.



O abandono de animais é um dos comportamentos mais cruéis do ser humano. Tratar os animais ou qualquer forma de vida diferente da humana, como inferior, é uma maneira ingênua de habitar o mundo. O meio ambiente precisa de harmonia para fornecer tudo de que precisamos, e isso inclui uma relação saudável com a fauna e flora de nosso planeta.

A relação doentia que algumas pessoas estabelecem com os animais apenas mostra o pior lado delas, que acreditam ser superiores a cães e gatos, por exemplo. Outra maneira de perceber que os indivíduos não respeitam os animais é quando usam sua reprodução como forma de ganhar dinheiro, vendendo seus filhotes.

A compra e venda de animais de estimação é problemática, porque estabelece uma hierarquia entre os animais. Os que são considerados “bonitos” são mais valorizados, em detrimento dos “vira-latas”. Isso é a mesma coisa que afirmar que, se o animal não tiver raça definida, não merece ter uma família, e o abandono ou a morte são o caminho que devem ter.


No Tennessee, Estados Unidos, Melanie Pafford, cofundadora da organização não governamental (ONG) Street Dog Foundation, fez um resgate que ficará para sempre em sua memória.

Quando passava por uma pilha de lixo, a jovem percebeu que havia um cãozinho abandonado naquele local, completamente negligenciado.

3 2 Caozinho encontrado no meio do lixo completamente mordido ganhou um novo lar Salvaram sua vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Street Dog Foundation.

O abandono provoca feridas e, no caso desse animal, feridas na alma e na pele. Ele havia sido atacado, tinha mordidas por todo o corpo, não conseguia se levantar nem sequer se mover.


Melanie chamou um voluntário para ajudá-la naquele resgate, mas ambos encontraram muitas dificuldades. Como pegar um animal completamente ferido, com dificuldades em se locomover, sem lhe causar nenhuma dor?

3 3 Caozinho encontrado no meio do lixo completamente mordido ganhou um novo lar Salvaram sua vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Street Dog Foundation.

Kent, marido de Melanie, decidiu abrir um caminho entre os restos de lixo, para fazer com que o cão fosse até eles por vontade própria. Mas a fome e os ferimentos deixaram-no completamente abatido. Então decidiu envolver o animal em uma toalha macia, para que o atrito do colo não lhe provocasse tanta dor.

3 4 Caozinho encontrado no meio do lixo completamente mordido ganhou um novo lar Salvaram sua vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Street Dog Foundation.


Melanie lhe deu o nome de Liam, e toda a equipe logo desconfiou que o pobre animal havia sido utilizado como isca em rinha de cães. As lutas entre animais são proibidas em grande parte do mundo, principalmente porque geram dinheiro para seus idealizadores, fazendo com que muitos animais sejam criados com o único intuito de lutar, às vezes, até a morte.

Eles levaram o pequeno ao hospital veterinário mais próximo, onde ele recebeu o melhor tratamento que podia.

Melanie revela que todos tinham muito medo de que ele não resistisse, porque era nítido que pouco a pouco Liam desistia de viver. Ela acredita que o animal estava com a alma em pedaços, mas nunca desistiu de salvá-lo.

Embora no início ele nem sequer andasse, com o tratamento adequado, aos poucos, o pequeno foi mostrando sinais de melhora, as feridas infeccionadas foram sarando, com o uso de antibióticos, e todos do abrigo perceberam que ele poderia ter uma chance, pois começou a se interessar pelos brinquedos do local. Acompanharam com muito amor a história de Liam, e quando finalmente se recuperou, um lar amoroso o acolheu.


3 5 Caozinho encontrado no meio do lixo completamente mordido ganhou um novo lar Salvaram sua vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Street Dog Foundation.

Hoje o peludo vive com outra amiguinha em um lar cheio de amor, e mostra cada dia mais que está disposto a se livrar de todos os traumas e sequelas da vida horrível de antes.

O que achou dessa história?

Comente abaixo e compartilhe-a nas suas redes sociais e com seus amigos para saber a opinião deles!


Após pedido falso, hamburgueria distribui lanches para moradores de rua: “Retribuir o mal com o bem”

Artigo Anterior

“Coitadinho, eu o amo!”: menino implora à mãe para resgatar gatinho abandonado

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.