Animais

Cãozinho luta com jararaca para salvar menina de 12 anos. Um verdadeiro herói!



Tufão é um cãozinho corajoso que, ao ver sua dona sob iminente ataque de uma jararaca, avançou contra o animal, mas foi picado pelo menos quatro vezes.

O amor de um cão por seu dono parece ser tão intenso quanto o que nós, seres humanos, sentimos uns pelos outros. E a prova disso é um episódio impressionante que ocorreu na cidade de Bertioga, no litoral de São Paulo. Um cãozinho superfofo chamado Tufão impediu que uma garotinha de 12 anos fosse atacada por uma jararaca, uma das espécies mais venenosas e perigosas que existem na natureza. Em consequência o pet acabou picado pelo menos quatro vezes pela serpente.

Em reportagem concedida ao portal G1, Andressa da Silva dos Santos, de 24 anos, irmã da adolescente, contou que o ataque ocorreu na rua em que a menina mora, no bairro Guaratuba, área rural de Bertioga.


Segundo a jovem, a irmã foi abrir um portão da casa vizinha, como a dona do imóvel lhe havia pedido, foi então que o inesperado aconteceu.

Enquanto voltava para casa, a menina viu a jararaca se aproximando e gritou. Ao ouvir os gritos da menina, os quatro cães da família foram atrás, mas só Tufão a defendeu. “Minha mãe tem quatro cachorros e todos eles foram atrás, mas só o cãozinho corajoso enfrentou a cobra.”

Desesperado, o animal avançou contra a serpente e acabou sendo picado por diversas vezes. A cobra tinha aproximadamente dois metros.

Direitos autorais: reprodução G1/arquivo pessoal.


Ao ver a Jararaca agitada e rastejando em sua direção, segundo os familiares, a menina ficou sem ter reação, até que o Tufão apareceu para socorrê-la. A situação pegou todos os familiares e vizinhos do local de surpresa, e não é para menos.

Segundo Andressa, depois do ataque, a jararaca conseguiu fugir e a família então se mobilizou para socorrer o cachorrinho herói. Tufão foi levado para uma clínica veterinária, no centro da cidade, onde ele permanece internado. O médico-veterinário, inclusive, informou que, se a menina tivesse sido atacada, possivelmente, ela não teria sobrevivido.

Segundo o profissional, o cachorro tem mais resistência ao veneno, daí a explicação por ele não ter morrido logo após o ataque.

Por sorte, Tufão está se recuperando bem, mas continua em observação, já que não está urinando bem.


A família continua na torcida para que o cachorro, que está com eles há sete anos, fique bem logo e volte para casa.

“Ele salvou minha irmã, é um verdadeiro herói”, conclui Andressa. Após o susto, a adolescente de 12 anos foi levada para casa e também passa bem.

Que sorte essa família tem de ter um amigo tão fiel quanto o Tufão?

Responda nos comentários e não deixe de compartilhar essa história nas suas redes sociais.


Depois de 35 anos de maus-tratos em zoológico, “elefante mais solitário do mundo” é libertado!

Artigo Anterior

Chefe presenteia funcionário dedicado com um carro. Ele não precisará mais ir trabalhar a pé!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.