Notícias

Carlos Marín, cantor do grupo II Divo, morre aos 53 anos

Carlos Marin cantor do grupo II Divo morre aos 53 anos
Comente!

O cantor espanhol Carlos Marín, de 53 anos, morreu hoje de complicações da covid-19, após passar 11 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital do Reino Unido.

Ele ficou famoso no início dos anos 2000 com o grupo de música lírica Il Divo, que já vendeu mais de 30 milhões de CDs desde sua criação, em 2003, pelo empresário Simon Cowell, responsável também pela união de grupos como o One Direction e Fifth Harmony.

A morte do barítono foi confirmada nas redes sociais pelo próprio grupo. “É com grande pesar que informamos que nosso amigo e sócio Carlos Marín faleceu. Seus amigos, familiares e seguidores sentirão muito sua falta. Nunca haverá outra voz ou espírito como os de Carlos”, escreveram os colegas do cantor em seus perfis no Instagram e Twitter.

O músico tratava complicações da covid-19 e estava intubado e em coma induzido, segundo o programa Corazón, da TVE. Ele estava em turnê na Inglaterra quando começou a se sentir mal e teve que ser internado às pressas em um hospital, segundo informações da gravadora Universal Music.

Filho de pais espanhóis, Marín na verdade nasceu em Rüsselsheim, na Alemanha, em 1968 en 1968, mas se mudou para Madrid com a família aos12 anos. Ele tinha nacionalidade espanhola e falava inglês, francês, castelhano e alemão.

Barítono desde os oitos anos, já muito jovem ele ganhou fama em programas de televisão, como o TVE Gente, programa de talentos espanhol, em que conquistou vitórias aos 15 e aos 19 anos, anos antes de ser selecionado para o “grupo de laboratório” de Simon Cowell, o II Divo.


Comente!

‘Gravando vídeo pra me retratar’, diz agredido por zombar de faixa do PCC

Artigo Anterior

Foto de crianças e cadela na chuva viraliza, e autora quer ser fotógrafa

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.