Notícias

Carro alugado para de funcionar em estrada de PE por bloqueio da locadora

capa site Carro alugado para de funcionar em estrada de PE por bloqueio da locadora

A cliente recebeu a informação da locadora de que estava inadimplente, por isso a empresa bloqueou o veículo, que estava em movimento.

O bloqueador veicular é uma ferramenta que permite o desligamento de um motor de forma remota, ou seja, mesmo que ele esteja a distância. O principal objetivo do mecanismo é evitar furtos de automóveis, subtração de patrimônio e até sequestros. Ele funciona de maneira bem simples e, basicamente, interrompe o fornecimento de combustível e para o veículo aos poucos, podendo até acionar um alarme, se instalado.

Em Guabiraba, bairro de Recife (PE), um caso similar aconteceu com a empresária Louise Moura Cruz, que alugou um carro da Movida, mas ele foi bloqueado enquanto ela estava na rodovia PE-16, em movimento. De acordo com informações do G1, a cliente denunciou a empresa locatária, que alegou na ocasião que ela estava inadimplente.

Louise conta que tinha pagado todas as faturas, mesmo assim recebeu a resposta de que a inadimplência era a causa do bloqueio veicular. Em nota, a Movida explicou que em nenhuma ocasião o bloqueio deve ser acionado com o automóvel em movimento e, por conta do caso, suspendeu o sistema da empresa.

A cliente explica que tudo teve início no dia 21 de janeiro deste ano, quando recebeu uma mensagem de uma funcionária da Movida alegando que ela estava havia dois meses sem pagar o aluguel do automóvel. Louise enviou, por um aplicativo de troca de mensagens, todos os comprovantes de pagamento, mas não recebeu nenhuma resposta.

2 Carro alugado para de funcionar em estrada de PE por bloqueio da locadora

Direitos autorais: reprodução/ arquivo pessoal

A empresária revela que estava na rodovia PE-16, que é mais estreita, e o marido dirigia o veículo quando este desligou completamente, como se ele tivesse simplesmente girado a chave no sentido contrário ainda em movimento. O volante e o freio do automóvel ficaram duros e ele precisou jogar o carro na beira da estrada, que não tem acostamento, puxando o freio de mão para conseguir parar.

Naquele momento, o casal imaginou que se tratava de uma falha no automóvel, mas que não estava em alta velocidade, já que a rodovia é muito estreita e com curvas proeminentes. Em contato com a Movida, recebeu a informação de que deveria andar até encontrar um ponto de referência. Logo depois, a empresa afirmou que não poderia ajudar, já que a falta de pagamento impossibilitava o auxílio.

Foi esse o momento em que Louise e o marido perceberam que, na realidade, o automóvel não estava com nenhum problema, mas foi bloqueado pela suposta inadimplência. Como já era noite, tanto a consultora quanto a gerente da empresa informaram que estavam fora do expediente, então nada podiam fazer.

Louise e o marido Jorge Tiago precisaram empurrar o carro até um local seguro e, posteriormente, ligaram para familiares irem ao seu encontro. Funcionários da Movida só entraram em contato com a cliente no dia seguinte, a fim de recuperar o automóvel. A empresária revela que acreditou que o contato era justamente para pedir desculpas, mas pelo contrário, recebeu a informação de que poderiam ficar negativados e nunca mais poder locar veículos com eles.

Numa publicação em sua rede social, Louise falou abertamente sobre o assunto, relatando sua insatisfação, e chegou a contar que aquela não era a primeira vez que cobranças indevidas eram feitas ao casal. Porém, na outra ocasião, o problema foi resolvido de maneira ágil, sem nenhum problema.

3 Carro alugado para de funcionar em estrada de PE por bloqueio da locadora

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @louisemouracruz

Foi apenas depois da repercussão do post que a empresa entrou em contato com Louise, pedindo novamente os comprovantes de pagamento. A empresária denuncia que não consegue localizar mais nenhum contrato no site da Movida, na área destinada a todas as transações.

O casal recebeu ligação do advogado da empresa, que pediu desculpas pelo ocorrido ao constatar que a falha tinha sido da locadora. Com a falha no sistema, tinha sido solicitado um bloqueio no veículo duas horas antes, mas ele ocorreu apenas depois, quando o casal estava na estrada, em movimento. Justamente por isso, o sistema foi suspenso e a locadora ainda espera explicação da prestadora de serviço de bloqueio sobre esse fato.

0 %