ColunistasCrônicas

Carta ao amor que vai chegar…

Ainda está na espera? Carta para o amor que vai chegar!



Oi amor, você está bem? Teve dias que que eu criei e recriei sua chegada, pude sentir a sensação do teu abraço.

Eu também preparei um monte de coisas para te dizer só que neste momento já não sei formar uma sílaba.

Eu estava feliz solteira sabe, embora minhas noites estivessem vazias após os drinks da balada mais popular da cidade, as minhas músicas prediletas já não eram o suficiente para que eu chegasse em casa satisfeita ou para que eu não quisesse algo a mais quando deitasse a cabeça no travesseiro, algo que não fosse somente minha cabeça rodando e meus ouvidos zunindo pela batida alta demais.


carta-ao-amor-que-vai-chegar-capa-e-dentro

Certas confissões guardamos para aquela noite em que estamos sós com uma música bem clichê, aquele momento em que admitimos somente para nós mesmos o que lá no fundo do peito desejamos todas as noites antes de dormir.

Eu quis tanto te encontrar, eu te desenhei com todos os detalhes, eu enumerei tuas possíveis qualidades e teus tão peculiares defeitos. Eu já andava me acostumando com a ideia de ficar só me recusava a pensar que ter um alguém era muito além das poucas boas companhias do qual eu vinha tendo, era tão prático e um tanto seguro saber que a probabilidade de envolvimento era tão pouca e tão rasa.

Foi aí então que me deu o tão esperado insight, eu estava sendo tão controversa comigo mesma ao tentar admitir que aquela rotina me tornava feliz. Eu sabia que no fundo eu queria mais, muito mais. Sabe aquele famoso trecho da Malu Magalhães que diz: Chega uma hora que não importa o quanto a balada esteja bombando, a gente acaba cansando de segurar esses copos cheios e começa a querer segurar a mão de alguém, pois é meu dia chegou.


Eu parei de te procurar sabe, parei de achar que cada vez que o moço da padaria me olhava possivelmente era para me pedir em namoro, larguei de mão de achar que aquele moço da fila do banco estava ali porque o destino quis que ali fosse nosso possível primeiro grande encontro, quando na verdade ela só estava lá para pagar contas. Haha, que bobeira, essa “carência” encrenqueira, ainda me acerto com ela.

Os dias passaram a se tornar normais para mim quando eu aceitei o fato de me sentir completa estando solteira, afinal de contas eu não poderia te encontrar estando cheia de coisas mal-acabadas, ou frustrações adolescentes, eu precisava estar pronta pra tua chegada e cá estou.

Olha eu sou um tanto distraída portando se eu não o ver, tropece em mim tá legal? Grita o meu nome na rua, sei lá faz uma dancinha estranha (eu adoro isso) haushauhs.

Olha eu só queria te dizer que eu estou bem, e que minha busca terminou, não me importa mais de que lado da cidade você vai chegar ou de que forma isso vai acontecer. Eu seu que vai ser demais e que a gente vai se reconhecer um no outro.


Então meu amor pode chegar, vem com tudo, vem que eu vou fazer de você o cara mais louco e feliz do universo!

Amar a mesma pessoa quantas vezes for possível!

Artigo Anterior

Decreto para concretizar seus objetivos…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.