AmizadeColunistas

Carta ao ex amigo…

Carta ao ex amigo.... site

Venho através desta carta falar em palavras o que eu não consigo dizer pessoalmente.



Não que eu tenha medo ou falta de tempo, as palavras vão ficar entaladas e não vou conseguir dizer tudo que quero.

Confesso que não quero ouvir uma palavra sua, não quero ver sua expressão e nem um “se” isso ou aquilo.

Talvez você possa pensar que eu esteja tirando minhas próprias conclusões. Pode ser, mas as conclusões são tão óbvias que qualquer pessoa que ler esta carta vai dizer:


– Segue sua vida. Esquece!

Não posso deixar de lembrar como tudo começou. Já faz alguns anos. A nossa amizade foi tão especial que eu achei que poderia ser diferente de todas as outras. A gente se conheceu num meio de um caos e eu estava passando por tantas coisas. Você caiu de paraquedas. Sabe aquela sensação de que parece que já nos conhecíamos de outras vidas!?! Foi tipo isso.

A fluidez não demorou para acontecer, as intimidades compartilhadas, os segredos, alegrias e tristezas. As rotinas.

Nossa! Foram muitas conversas e desabafos.  Era a pessoa que eu confiava, você sempre de bom humor, dava  a mim toda atenção  eu me sentia uma mulher de sorte por ter um amigo como você.


Quando você namorava não era como “certos homens” que me deixava de lado, pelo contrário, isso nunca interferiu na amizade que tínhamos um com outro. Cada dia que passava você ganhava minha confiança e eu via as provas de que tudo era verdadeiro. Se eu for escrever toda a nossa história, vai se tornar um livro!

De alguns meses para cá, percebi sua mudança, conheço-o bem, vejo que você amadureceu bastante e gostei desse novo homem que se tornou, mas sinto que algo está estranho. Não responde as minhas mensagens com rapidez, não me chamou para conversar… não conversou mais, simplesmente só respondia o que eu perguntava. Afastou. Não sei mais o que acontece com você, nem o que está pensando.

Éramos cúmplices. Hoje somos dois estranhos.

Eu passei a ignorar isso e tentei ser presente, enviei mensagens, fui até sua casa, mas quando eu ia embora sentia um muro entre nós. Perguntei algumas vezes o que estava acontecendo, se eu estava  incomodando ou porque você estava tão distante.


A resposta que eu recebi foi apenas resposta. Resposta sem atitude. Resposta vaga.

“Está tudo bem, muito trabalho e não tenho entrado muito em rede social.”

É loucura forçar alguém ficar em nossas vidas. A nossa amizade foi bonita mas passou.

Tentei e fui até persistente. Fingi que nada estava acontecendo. Afastei-me.  O mais triste é que você não notou, não me procurou e não se importou mais.


“Pessoas são como filtros, muitos passam e poucos ficam.”

Sabe aquela frase “Pode contar comigo. ” Ela acabou de existe entre nós neste exato momento.

Ass: Ex amiga.

________


Direitos autorais da imagem de capa: >dedivan1923 / 123RF Imagens

Você não é um robô! somente pessoas infelizes podem ser manipuladas. Pessoas felizes são livres, emanam amor!

Artigo Anterior

Com fé podemos ir mais longe…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.