ColunistasRelacionamentos

Carta para o amor…

carta para o amor

Compartilho essa energia e vibração com você. Que sejamos unidos e movidos pelo fluxo do nosso amor.



Sabe, às vezes eu queria que você pudesse ouvir meus pensamentos.

Eu converso melhor com a mente do que com palavras.

É lindo de ver tudo que passa pela minha cabeça, minhas verdades mais sinceras e honestas, minha versão mais pura e sem filtro.


Queria que você pudesse escutar, e enxergar o que eu sinto por minha alma e não minha aparência ou o que eu demonstro.

A vida neste mundo pode ser cruel nesse ponto. É difícil expor em palavras o que passa no coração.

É difícil demonstrar com todos os bloqueios que criamos durante a vida.

É difícil transparecer amor com as barreiras do ego tão altas, com tantas crenças limitantes, com tantos medos infundados.


Mas mesmo assim, aqui estou, sem palavras para expressar o que eu sinto, sem saber como demonstrar e transparecer, apenas sentindo.

Sentindo um nó na garganta, um aperto no peito, um gelo no estômago, uma cabeça pesada de tanto pensar no que dizer, em como dizer o que o coração sente, como expor em palavras tanto amor, de uma forma que isso possa ser compreendido sem ser julgado.

Porque a pureza do amor não deve ser rotulada e julgada, deve-se apenas sentir.

Dou-lhe o meu amor e recebo o seu. Compartilho essa energia e vibração com você. Que sejamos unidos e movidos pelo fluxo do nosso amor.


Que possamos sentir o amor com nossa alma, porque só assim entenderemos a extensão e o poder que temos com a gente. Seja amor! Seja Luz!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: angelnt / 123RF Imagens


Quando vivemos a nossa verdade, não sobra espaço para autoestima baixa, medo, tristeza, vergonha…

Artigo Anterior

Este artigo é uma reflexão para aquelas pessoas que dizem ter peninha dos outros

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.