Comportamento

Depois do nascimento da primeira menina, casal com 15 filhos decide “fechar a fábrica”

capadepois do nascimento da primeira menina casal com 15 filhos decide fechar a fabrica

O casal baiano decidiu construir uma “grande família”. Conheça sua história!



Muitos casais sonham em ter uma casa cheia de filhos, mas alguns deles colocam esse objetivo em prática. Esse é o caso de Irineu Cruz e Jucicleide Silva, que vivem em Conceição do Coité, no interior da Bahia.

Segundo o portal G1, o casal tem 15 filhos, 14 meninos e uma menina. Um fato interessante sobre os filhos é que seus nomes começam com a letra “R”: Ronaldo, Robson, Reinan, Rauan, Rubens, Rivaldo, Ruan, Ramon, Rincon, Riquelme, Ramires, Railson, Rafael, Rodrigo e Raiane. A intenção dos pais era homenagear jogadores de futebol que estão na ativa ou já se aposentaram.

Em setembro de 2020, a família conseguiu o sonho de ter uma menina no “time” e decidiu parar de ter filhos.


De acordo com Irineu, a caçula Raiane é “a alegria da casa”. Com o nascimento dela, veio a chance de Jucicleide poder escolher o nome, pela primeira vez, já que havia acordado com o marido que ele nomearia os meninos e ela, as meninas.

Ter uma família é algo especial para o casal, acompanhado porém de certas dificuldades. Irineu e Jucicleide nunca tiveram condições financeiras bastante favoráveis, e precisaram se esforçar muito para que nenhum dos 12 filhos, que ainda moram com eles, fosse privado de assistência básica.

2depois do nascimento da primeira menina casal com 15 filhos decide fechar a fabrica

Direitos autorais: arquivo pessoal.

A renda vinha dos “bicos” que Irineu, também conhecido como “Chitão”, fazia e também do Bolsa Família. Entretanto, com a pandemia, as coisas se complicaram mais e o pai precisou mudar sua linha de trabalho. Segundo ele, agora está ganhando dinheiro com reciclagem, além da venda de ossos cedidos por açougueiros. A família também recebe ajuda de amigos.


Em entrevista ao portal, Irineu disse que a família não recebeu nenhuma parcela do auxílio emergencial nesta pandemia, mesmo tendo corrido atrás do benefício, inclusive com ajuda de um advogado.

3depois do nascimento da primeira menina casal com 15 filhos decide fechar a fabrica

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Chitão também afirmou que a família recebeu apenas algumas cestas básicas no começo da pandemia, porque os filhos estavam na escola, mas depois que as aulas foram canceladas, nada mais lhes foi entregue. Ele complementa dizendo que estão “pedindo força e coragem a Deus” para se manter firmes.

Apesar de todos os desafios, o patriarca da família agradece a Deus e pede a Ele que lhe dê saúde, coragem e força para trabalhar e criar os filhos, oferecendo-lhes o pão de cada dia.


Compartilhe o texto em suas redes sociais!

Polícia investiga se mulher morta por marido teve bens roubados pelo sogro durante enterro

Artigo Anterior

Em 42 dias, pai, mãe e dois filhos perdem a vida para a covid-19

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.