Amor

“Admiração, diálogo e respeito.” Bruna Lombardi e Ricelli mantêm a chama do amor acesa há 44 anos!

Foto: Reprodução
capa site Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Os dois se casaram em 1978 e tiveram Kim Lombardi Riccelli, fruto do amor que ultrapassou as décadas e segue forte.

Para muitas pessoas, os relacionamentos duradouros são sinônimo de uma vida bem-sucedida, principalmente se vier acompanhada de sucesso na carreira profissional e uma casa cheia de filhos. Entre aqueles que acreditam que o casamento é uma das etapas mais importantes da vida dos indivíduos, encontrar referências de casais que se respeitam e cultivam esse longo amor é um dos maiores desafios.

Sabemos que, a cada ano, a quantidade de divórcios aumenta no mundo inteiro, e quando fazemos um recorte do Brasil, o cenário não é diferente. De acordo com dados do Colégio Notarial do Brasil, que reúne os tabelionatos de notas do país, mais de 80 mil casais se divorciaram no ano passado.

Em 2021, foram 80.573 divórcios, mostrando alta de 4% em relação aos de 2020, que teve 77.531 divórcios registrados. A série histórica começou em 2007, e desde então, esse é o maior número já contabilizado, isso que nem sequer consideram os divórcios judiciais, aqueles em que o casal opta por disputar bens e guarda dos filhos judicialmente. Analisando-se esses dados, é desanimador para aqueles que ainda sonham com a vida de conto de fadas alimentar o sonho de que existem casais que compartilham a vida por décadas.

Mas eles existem, sim, e entre anônimos e famosos, muitos se destacam, mostrando que realmente “nasceram um para o outro”. Bruna Lombardi e Carlos Riccelli são um desses casais que dividem a história desde 1978, marcando mais de 40 anos de casados e com um filho fruto da amorosa relação, Kim Lombardi Riccelli, que hoje tem 41 anos. Para compreender um pouco dessa narrativa, é preciso pensar em cada um separadamente.

Bruna Lombardi

Com um extenso nome, Bruna Patrizia Romilda Maria Teresa Lombardi nasceu em agosto de 1952, no Rio de Janeiro, e começou sua carreira muito cedo, aos 14 anos. Trabalhava apenas como modelo, e chegou a afirmar em algumas entrevistas que sua beleza acabou se revelando um presente, fazendo com que muitas portas se abrissem, ainda que não se baseasse nela como forma de vivência.

2 Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Direitos autorais: Reprodução Instagram/@brunalombardi.

Bruna Lombardi continuou estudando e se graduou em comunicação social e propaganda e marketing simultaneamente. Foi apenas no fim da década de 1970 que se interessou pelo trabalho de atriz, e foi convidada para atuar na novela “Sem lenço, sem documento”, interpretando Carla Azeredo, em 1977, na Rede Globo.

Em 1978, pela TV Tupi, viu seu trabalho como atriz render frutos interpretando a protagonista de “Aritana”, a dra. Estela Bezerra. Foi justamente nesse trabalho que encontrou o homem que seria seu companheiro de vida, por quem se apaixonaria perdidamente e que seria pai de seu único filho.

Carlos Riccelli

Carlos Alberto Riccelli nasceu em 1946, em São Paulo, e começou sua carreira profissional ainda jovem, fazendo peças de teatro. Mas sua atuação atraiu olhares de diretores e roteiristas da televisão brasileira, e em 1970 estreou no longa-metragem “A Moreninha”, como Leopoldo. Já no ano seguinte, interpretou Lucas Andrade, em “O preço de um homem”, pela TV Tupi, e fez outras sete novelas, até conhecer Bruna Lombardi em “Aritana”, em 1978.

3 Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Direitos autorais: Reprodução Instagram/@brunalombardi.

Carlos era considerado um ótimo ator pelo público, fazia os corações derreterem e se tornou um dos maiores galãs da época. Em “Aritana”, ele deu vida ao personagem principal, Aritana Kamaiurá, um líder indígena da tribo de yawalapiti. Para interpretar o mais fielmente possível o protagonista, ele viveu por seis meses nessa tribo, no Parque Indígena do Xingu, em Mato Grosso, submergindo à cultura local e aprendendo com o cacique, que tinha o mesmo nome, como seu povo vivia.

A união e a história de amor

Por incrível que pareça, o início quase não aconteceu. Em uma live com o marido, compartilhada em seu canal do YouTube, Bruna conta que quase recusou o papel de protagonista em “Aritana” porque estava completamente assustada com a fama que adquiriu rapidamente, além de passar por um momento de autoquestionamento, em busca de respostas profundas para sua caminhada.

4 Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Direitos autorais: Reprodução Instagram/@brunalombardi.

Quando descobriu que, além de a personagem ter sido escrita para ela por Ivani Ribeiro, viveria uma empolgante aventura de cerca de um mês com a tribo yawalapiti, no Parque Indígena do Xingu, Bruna se empolgou com a ideia. Mesmo sem conhecer o ator que seria seu par romântico na trama, ela decidiu embarcar no desafio, determinada a viver a experiência de maneira única.

Bruna Lombardi e Carlos Riccelli, ambos empolgados com os desafios da trama, acabaram se conhecendo em meio a uma paisagem natural incomparável, “envoltos em matas, rios, lagoas, bichos, frutas, pássaros e centenas de vaga-lumes e borboletas amarelas”, o que contribuiu para se apaixonarem.

Era tão intenso e recíproco o sentimento, que passaram a se relacionar durante as gravações da telenovela, e nunca mais ficaram longe um do outro.

Kim Lombardi Riccelli nasceu em 1981, e a família optou por se mudar para os Estados Unidos quando ele completou 10 anos, ainda que Bruna estivesse no auge de sua carreira. Em uma entrevista à Rede Globo, a atriz explicou que a decisão visava proteger o filho da pressão da fama e do sucesso, para que tivesse uma vida mais reservada e “normal”. Depois de alguns anos, eles voltaram para o Brasil, chegaram a participar de novelas, minisséries e filmes, mas decidiram mudar um pouco de área.

5 Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Direitos autorais: Reprodução Instagram/@brunalombardi.

Logo passaram a escrever, produzir, dirigir e atuar nas próprias criações, fazendo desde o roteiro das filmagens, e inserindo o filho Kim nas ideias. Um dos trabalhos da família Lombardi Ricelli foi a série da HBO, “A vida secreta dos casais”, em que os três atuaram como atores e na produção e execução técnica do material.

6 Casamento so e bom quando e cada vez melhor Bruna Lombardi e Ricelli mantem a chama acesa ha 44 anos

Direitos autorais: Reprodução Instagram/@brunalombardi.

Para Bruna, o segredo do casamento duradouro está justamente no fato de existir paixão, admiração e em querer construir um futuro juntos. Como sempre desejam a presença um do outro, batalham para que essa construção seja diária, melhorando cada vez mais a relação que mantêm há tantos anos.