Notícias

Caso Nardoni pode virar série, mas família tenta proibição do material

nardoni

O famoso Caso Nardoni está sendo pensado para virar uma série, mas a família vai tentar proibição do material pela Justiça, pois não querem relembrar do caso.



Em entrevista à coluna de Cristina Padiglione na Folha de S.Paulo, Ilana Casoy, autora dos filmes “A Menina que Matou os Pais” e “O Menino que Matou Meus Pais”, confirmou a criação de um produto audiovisual com 6 episódios para contar a história sobre o caso.

Na obra, ela contará com ajuda do parceiro de longa data, o roteirista Raphael Montes.

Relembre o caso


Na noite de 29 de março de 2008, Isabella Nardoni, de 5 anos, foi enforcada e arremessada, pela madrasta e pelo pai, do sexta andar de um edifício localizado na Vila Guilherme, em São Paulo.

Na época, a principio, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá haviam dito que o apartamento foi invadido e que o crime teria sido cometido pelo suposto invasor, no entanto, a perícia confirmou que o pai e madrasta estavam na hora da cena do crime.

Eles foram condenados por homicídio triplamente qualificado. Alexandre Nardoni foi condenado a 31 anos e um mês de detenção. Anna Carolina foi condenada a 26 anos e oito meses. A Justiça entendeu que o parentesco entre Alexandre e a vítima era uma agravante, por isso acrescentou mais 5 anos de prisão na sentença dele.

Como os assassinos estão hoje?


Por conta de bom comportamento e estar trabalhando dentro do presídio, Alexandre Nardoni conseguiu ter a pena reduzida. O pai da vítima cumpre regime semiaberto desde 2019. No caso de Anna Carolina, em 2017 foi para o regime semiaberto, porém perdeu o direito em 2020 depois que infringiu uma regra na prisão.

Como cada homem do zodíaco se comporta quando está apaixonado. Entenda os sinais!

Artigo Anterior

Famílias descobrem que filhas foram trocadas na maternidade e resolvem criá-las como irmãs!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.