Animais

Cervo que se perdeu enquanto esperava a mãe foi acolhido e protegido por grupo de cavalos

Capa Cervo que se perdeu enquanto esperava pela mae foi acolhido e protegido por grupo de cavalos

O lindo gesto entre animais aconteceu no Colorado, nos Estados Unidos, e ganhou as graças dos internautas.



Gestos de compaixão e empatia encantam a todos, independentemente de quem os demonstre!

Nós precisamos dessas histórias para nos abastecer de boas energias pelo caminho, somente assim seremos capazes de seguir nossos rotina, por mais pesada e dura que seja, mesmo que tudo jogue contra a existência de alguma sensação de melhora, pois com histórias como essas, conseguimos trilhar nosso caminho sabendo que ainda existe alguma bondade neste mundo.

E, às vezes, situações como as descritas acima vêm de onde menos esperamos! A natureza mais uma vez se prova suprema e mostra para nós que temos muito o que aprender com a majestosidade de suas criaturas. Pode ser mais comum vermos relatos da tal “humanidade” – que pode ser resumida na capacidade de fazer o bem sem olhar a quem – entre os animais, ainda que alguns os considerem irracionais, do que entre humanos.


Em um caso de fofura e ternura, mostrando que até os animais compreendem a importância de se proteger os mais jovens, mesmo se não forem sua prole direta, um grupo de cavalos protegeu um bebê cervo que se perdeu da mãe.

A cria era recém-nascida, logo não sabia se orientar muito bem pela pastagem, mas seus amigos de casco ficaram com ela até que sua mãe retornasse! O caso aconteceu no estado do Colorado, nos Estados Unidos, em um rancho de Routt County. Foi feito um post no Facebook contando todo o ocorrido.

2 Cervo que se perdeu enquanto esperava pela mae foi acolhido e protegido por grupo de cavalos

Direitos autorais: reprodução Facebook/Steamboat Radio.

O pequeno cervo era o mais jovem espécime de vida selvagem nascido no rancho, e o caso de empatia animal foi registrado por uma mulher identificada como Kally May, proprietária dos cavalos.


A mulher viu o bebê cervo e foi orientada pela divisão local de preservação da natureza, órgão responsável pelo cuidado da vida animal naquela região, que o correto a fazer, para não interferir no processo animal, seria deixar o filhote ali, que logo a mãe retornaria.

Disposta a não interferir, foi isto o que Kally May fez, mas seus cavalos pensaram diferentemente. É incerto dizer o que os moveu, talvez um instinto animal para proteger um filhote herbívoro, como eles próprios, mesmo que o filhote não fosse da mesma espécie, mas seus três cavalos – após algumas farejadas, para garantir que o recém-chegado não representava perigo – se posicionaram de prontidão ao redor do pequeno indefeso, como se quisessem cuidar dele até que sua mãe chegasse para acolhê-lo novamente.

Mesmo com o dia anoitecendo e sem sinal da mãe corsa, os cavalos não deixaram o filhote por nenhum momento e até começaram a agir de forma a protegê-lo de predadores.

A mãe do pequeno cervo só voltou na manhã seguinte, o que Kally May informou à rádio Steamboat, uma transmissora da região. De acordo com as informações coletadas pela CBS Denver, a corsa levou seu filhote para fora do rancho, de volta à reserva de vida selvagem, sem demora.


O que pode ter ocorrido é que a mãe do filhotinho o deixou para trás para ir em busca de alimentos, e pelo fato de o bebê cervo ser recém-nascido, ele ficaria mais seguro em outro local, longe dos olhos e garras de predadores e sem representar preocupação a mais para a fêmea durante a busca por alimentos.

Nesse caso, o mais adequado é deixar que a mãe do animal retorne ou chamar algum profissional capacitado para o seu possível resgate, uma vez que a interferência humana nesse processo pode dificultar mais do que ajudar. Sorte para o bebê cervo, que pôde contar com três babás de casco muito dedicadas!

Homem em prisão domiciliar pede ajuda policial e volta para penitenciária, para não viver com a esposa

Artigo Anterior

“Tem que tirar os moradores de rua para as pessoas passearem com seus pets”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.