4min. de leitura

Chaves budistas para se libertar daquilo que não precisa mais, física e emocionalmente

Os ensinamentos budistas estão se tornando cada vez mais populares pelas pessoas do mundo todo. O que pode estar motivando esse reconhecimento é a filosofia do budismo, que não é baseada em punições e ameaças, mas sim na compreensão através do amor e do exemplo, o que ajuda as pessoas a mudarem suas percepções e compreender que o controle do seu destino está em suas mãos.


As pessoas estão cada vez mais recorrendo aos ensinamentos de Buda para aprenderem a deixar ir, fechar ciclos e buscar caminhos mais positivos para suas vidas. Recomeçar e aprender uma nova maneira de viver, muitas vezes, pode ser complicado para nós, mas o budismo, que ensina sobre renascimento, sem apego, e impermanência nos mostra que não precisa ser tão complicado assim. Tudo começa com um pequeno passo e dia após dia podemos estar mais próximos da plenitude e paz interior que precisamos.

Abaixo reunimos alguns ensinamentos budistas que ajudam a nos libertar daquilo que não precisamos mais, seja no campo físico ou emocional.

A vida não é sempre uma sucessão de coisas boas e momentos felizes

Nossas vidas sempre terão problemas e desafios, e o sofrimento é inevitável, porque faz parte de nosso processo de amadurecimento. Essas são verdades inegáveis. No entanto, nossa sociedade está cada vez mais nos afastando dessa sabedoria, enchendo nossas mentes com propagandas e mensagens ensinando a alcançar uma vida perfeita e sempre feliz que não existe. O primeiro passo para encontrarmos um caminho melhor é entender que a vida não é um mar de rosas.



As maiores fontes de nosso sofrimento são os desejos, apegos e a ignorância

Crescemos em uma sociedade que funciona na base do desejo. Desde crianças, somos ensinados a desejar, desejar e desejar. Isso cria um apego natural a muitas coisas das quais, realmente, não precisamos para sermos felizes, o que nos torna pessoas ignorantes, tanto sobre nós mesmos quanto sobre o mundo ao nosso redor.

Esse desejo por coisas banais apenas nos torna egoístas e insensíveis para o nosso próximo. Precisamos passar por um momento de reflexão e fazer um trabalho de ressignificação, para encontrar quais são as coisas que verdadeiramente importam na vida.



O sofrimento pode ser superado

Mudar nossa percepção sobre as coisas que acontecem em nossas vidas é um importante passo a ser tomado, porque nos mostra que as situações às quais nos apegamos não precisam ficar para trás, mas que elas giram em torno de seu próprio eixo.

Muitas vezes, a vida muda e isso nos causa algum tipo de sofrimento, mas isso não é de todo ruim, porque só através da mudança podemos transcender todo o tipo de dor e transformar nossas vidas.


Existe um caminho para ser seguido

Existe um caminho que pode ser seguido através do budismo, o caminho da autodescoberta e plenitude de vida, mas mesmo que você não queira seguir totalmente, ainda pode refletir sobre os pontos acima e entender que a aceitação dessas verdades, junto com um equilíbrio em sua nova vida, é a chave para realmente eliminar tudo aquilo que não precisa.

Aprender as verdades mostradas acima e incorporá-las em sua vida o tornará uma pessoa renovada e preparada para viver com plenitude, deixando ir tudo o que não lhe faz bem.


Direitos autorais da imagem de capa: Emily KenCairn of Apiary Studio / Unsplash





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.