Comportamento

Na China, covid-19 passará a ser identificada através de testes retais

na China Covid 19 passara a ser identificada atraves de testes retais

Decisão foi tomada depois que surtos locais foram identificados no país. Saiba mais!



A China está usando um novo método para detectar a covid-19, segundo apurado pelo G1. Diversos grupos, entre eles os de pessoas consideradas de risco e viajantes que chegam de fora do país, agora são submetidos a testes retais.

Muitos surtos locais têm acontecido no país, apesar de a pandemia agora estar mais controlada por lá, por isso as autoridades optaram por também testar as pessoas pelo método PCR, numa tentativa de manter a situação sob controle.

A emissora pública CCTV informou que, em muitos bairros de Pequim, nos quais casos recentes têm sido identificados, os moradores estão sendo testados dessa maneira.


Li Tongzeng, que trabalha no hospital You’an, em Pequim, foi entrevistado pela emissora e disse que o teste retal “aumenta a taxa de detecção de pessoas infectadas”, já que o vírus permanece por mais tempo nessa região do corpo do que no trato respiratório.

A TV estatal explicou que os testes retais não serão aplicados em toda a população pela falta de praticidade, e Tongzeng concordou, dizendo que, por esse motivo, neste momento, ele apenas está sendo realizado em grupos-chave.

A Bloomberg informou que mais de mil crianças e professores foram testados pelo PCR, nariz e garganta, na semana após, depois que um caso assintomático foi descoberto.

Na última segunda-feira (25), um voo de Changchun a Pequim chegou a ser interrompido depois que autoridades descobriram que um dos passageiros vivia numa área considerada de alto risco para transmissão. Todos os passageiros foram levados a um hotel, onde tiveram amostras coletadas através do nariz e reto.


As leis da China estão bastante duras em relação a viagens. Os interessados em ir para lá precisam apresentar PCR e teste sorológico negativos, antes do embarque e, ao chegar, devem permanecer por pelo menos duas semanas de quarentena, em um hotel.

Na capital do país, desde quarta-feira (27), a entrada de visitantes está sendo restringida, e todos precisam apresentar teste negativo para covid-19, ainda que estejam vindo de regiões do país onde há baixa incidência.

Já aqueles que vivem em áreas risco médio ou elevado de contágio, onde as infecções estão mais frequentes, não podem entrar em Pequim. Não foi informado por quanto tempo essa medida deverá se manter.

Compartilhe o texto com os amigos através das redes sociais!


 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.

Após polêmicas no BBB, GNT desiste de exibir programa de Karol Conká e Marcela

Artigo Anterior

Funcionário de mercado é agredido com skate após pedir para cliente colocar máscara, em Curitiba

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.