Comportamento

Christiane Torloni falou sobre a perda do filho, há 30 anos: “O luto não passa nunca”

Em uma entrevista, a atriz falou sobre a perda do filho, que tinha 12 anos.



A perda de um filho é uma experiência traumática, que nos marca pelo resto da vida. Conviver com o fato de que aquela pessoa que amamos desde o começo de nossas vidas foi tirada de nós traz muita dor.

A atriz Christiane Torloni é uma das mães que conhecem essa sensação. Em 1991, ela perdeu o filho Guilherme, aos 12 anos, em um acidente na casa da família, em São Conrado (RJ).

Christiane estava com Guilherme e o seu irmão gêmeo Leonardo em uma caminhonete, até que uma manobra malfeita fez com que o veículo despencasse de ré da garagem da residência, de uma altura de 4,5 metros. Cristiane e Leonardo sofreram escoriações leves, mas Guilherme não resistiu e foi a óbito.


A notícia da perda da atriz sensibilizou o país, que jamais se esqueceu da tragédia, assim como o caso de Cissa Guimarães, que perdeu o filho Rafael aos 18 anos, em 2010, atropelado quando andava de skate.

Entrevistada pelo “Conversa com Bial”, em 2019, Christiane falou sobre a forma como lida com a perda do filho. A atriz diz que, assim que o filho faleceu, ela e Leonardo  foram morar em Portugal, e explicou que foi criada para não temer grandes emoções.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@christorloni.

A estrela da televisão explicou que o luto é uma parte da vida que nos traz muita dor e algumas vezes nos humilha através da exposição. No entanto, segundo ela, não é uma emoção da qual temos de ter vergonha. Apesar disso, Christiane esclareceu que precisou se recolher para poder processar as emoções à própria maneira. A atriz comentou que “o luto não passa nunca”, apenas vai perdendo a potência.


Para ela, o luto é um companheiro diário, e aprender a conviver com ele é um grande desafio. Também explicou que uma experiência como essa nos faz perder a alma e o coração, e que é algo ao qual poucos sobrevivem.

A convivência com esse sentimento, no entanto, trouxe alguns ensinamentos à atriz. Ela conta que não pensa no acontecido como um castigo e que isso a fez desapegar-se mais do Leonardo, porque percebeu que nós “não somos donos de nada” e não podemos controlar a vida e a morte. Como uma “salvadora” no meio da dor da perda, Christiane citou a arte, explicando que ela mantém seu coração inteiro.

Mãe contou que foi expulsa de voo com o filho bebê por terem doença de pele: “Nunca fui tão humilhada”

Artigo Anterior

Estes 5 signos cobiçam tudo aquilo que é dos outros. Eles são os mais invejosos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.