Ciência confirma: antes só do que mal acompanhado!

Nós somos criaturas sociais, não nascemos para viver sozinhos, isolados. Por isso, os relacionamentos que criamos com as outras pessoas são fundamentais para a nossa felicidade e sucesso. Muitas pesquisas confirmam o quanto essa rede de apoio e amor é benéfica em todas as áreas de nossas vidas, evitando o desenvolvimento de condições como a depressão e nos motivando a crescer na vida e conquistar nossos objetivos.



No entanto, precisamos sempre nos manter conscientes de que, apesar das alegrias compartilhadas, os relacionamentos também são fontes de tristezas e decepções. Dessa maneira, devemos analisar constantemente a qualidade de nossas conexões e, quando necessário, aplicar os ensinamentos do clássico ditado “antes só do que mal acompanhado”.

Como os relacionamentos tóxicos afetam nossa saúde

Buscando entender melhor a relação entre relacionamentos e saúde, psicólogos da Universidade Estadual de Nova York fizeram um estudo com o objetivo de mostrar se as relações tóxicas podem impactar nossa saúde física e psicológica de forma negativa. Os resultados mostram que a qualidade de nossos relacionamentos é mais determinante para nossa saúde do que pensamos.

Os pesquisadores passaram dois anos analisando as relações de 200 jovens, tanto namorados quanto casados, para ver de perto como estava a saúde dessas pessoas. Em suas pesquisas, os profissionais perceberam que cerca de um terço dos jovens passaram por mudanças significativas em seus relacionamentos e estados de saúde ao longo do tempo. Quando o clima predominante no relacionamento era amor, apoio e carinho, a saúde do casal era boa. No entanto, quando o que predominava era falta de reconhecimento, de cuidado, hostilidade e críticas, ambos os parceiros se sentiam infelizes, o que afetava sua saúde de maneira negativa.


Quando os relacionamentos negativos eram duradouros, pôde-se perceber que a saúde dos parceiros estava se desgastando junto ao tempo, acarretando sintomas de depressão, problemas com o álcool e outros desconfortos físicos. Além disso, os pesquisadores também descobriram que quanto mais cedo as pessoas deixavam esses relacionamentos tóxicos, mais rápido e melhor se recuperavam, o que mostra que quanto mais permanecemos em relações infelizes, mais difícil é a recuperação.

Hostilidade e falta de apoio, sensações psicológicas que têm consequências físicas

Quando permanecemos em um relacionamento não saudável por muito tempo, desenvolvemos condições como estresse, pessimismo e descontentamento que nos afetam diretamente, provocando mudanças fisiológicas que impactam em nossa saúde.

Especialistas da Universidade Estadual de Ohio se dedicaram a fazer pesquisas para demonstrar o impacto que uma relação pode ter em nosso estado de saúde. Os pesquisadores estudaram 76 mulheres, metade delas estava casada e a outra metade já era divorciada ou estava no processo de separação.


Quando realizaram um exame de sangue nessas mulheres, eles descobriram que aquelas que estavam em um relacionamento complicado ou que ainda permaneciam emocionalmente ligadas a um relacionamento tóxico mostraram uma resposta mais fraca do sistema imunológico.

Depois disso, os pesquisadores selecionaram 42 casais para estudar, com o objetivo de investigar o que acontece em nossos corpos durante uma discussão de casal. Para isso, em um dia o casal teve que conversar sobre um assunto que concordava por meia hora, e no outro dia falaram sobre um tema que não concordavam, e que gerava uma tensão.

Enquanto os casais conversavam, os pesquisadores fizeram pequenas queimaduras nos braços dos dois para analisar o efeito de apoio ou incompreensão no processo de cura. Eles perceberam que, quando os casais discutiam, suas feridas levavam um dia para cicatrizar. Nos casos mais graves, em que a hostilidade estava mais presente, as feridas demoravam cerca de dois dias para cicatrizar.

Os resultados da pesquisa sugerem que o estresse ocasionado pelos relacionamentos de fato ocasiona diversas mudanças em nossos corpos, o que, a longo prazo, pode afetar nossa saúde.

Então, se a realidade do seu relacionamento é negativa e você se sente “preso” a um relacionamento tóxico, que gera mais tristeza do que felicidade, reflita sobre o que pode estar ocasionando tudo isso e busque uma solução que seja positiva e o ajude a encontrar uma realidade de vida mais feliz!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: antonioguillem / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.