AlimentaçãoO SegredoPesquisas

Ciência diz que o queijo é viciante como drogas, aqui está o motivo

ciência diz que o queijo

Você ama queijo? Realmente ama? Alguma vez você já fez uma brincadeira fazendo referência ao seu “vício de queijo”? Bem, pode não ser apenas uma brincadeira – uma investigação científica sugere que comer queijo realmente só nos faz querer comer ainda mais.



Se você já chegou ao fim de uma refeição, mas milagrosamente descobriu que tem mais algum espaço no seu estômago quando viu a bandeja de queijo, você pode ser um viciado em queijo.

Acontece que, assim como no caso de drogas pesadas como heroína e cocaína, alguns alimentos fornecem ao consumidor uma intenso e quase instantâneo ‘ponto alto’.

A razão pela qual queijo é particularmente viciante


Em uma pesquisa, 500 pessoas completaram um questionário que perguntava quais alimentos os levavam a comer demais.

Os pesquisadores descobriram que os alimentos mais altamente viciantes contêm níveis significativos de gordura e são tipicamente altamente processados com uma alta quantidade de sódio. Isso explica porque pizza é um alimento tão popular.

Vamos dar uma olhada mais de perto na composição química do queijo. Os produtos lácteos contêm a proteína de leite caseína, que liberta casomorfina quando é digerida no intestino humano. Isso leva a liberação da dopamina do “sentir-se bem” no cérebro, o que pode cimentar um vício ainda maior de queijo! Um copo de leite contém relativamente pouca caseína em termos absolutos, mas é necessário muito leite para produzir uma pequena quantidade de queijo. Portanto, o queijo é notavelmente elevado nestas proteínas viciantes, que atuam indiretamente nos receptores opioides no cérebro. Estes são os mesmos receptores que são acionados quando um viciado em drogas consome uma batida de heroína.



Você deve parar de comer queijo então?

Isso significa que você deve parar de comer queijo? Os autores deste estudo acreditam que os alimentos mais viciantes – incluindo cheeseburgers, biscoitos, sorvete e, claro, queijo – podem provocar excessos não intencionais. Este pode ser um fator para explicar por que a obesidade é um fenômeno contínuo e expansão países desenvolvidos. Portanto, você deve jogar fora o cheddar? Não necessariamente. Enquanto você desfrutar de uma dieta equilibrada com frutas e legumes como componentes principais, sinta-se livre para entrar neste vício relativamente inofensivo de vez em quando. Aprecie-o com alguns alimentos com baixo teor de gordura, para moderar um pouco o ‘ponto alto’.

 

___


Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Life Hack

A gente não vale nada

Artigo Anterior

Como lidar com um coração partido de acordo com seu signo do zodíaco

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.