Colecione pétalas e não espinhos

2min. de leitura

Por vezes me senti mais dona de mim quando deixei de correr atrás de alguém. Colecionei atrevimentos, sentir dor, frio, alegria, frustração, prazer e sorriso. A questão não é esperar da vida, e sim, o que a vida espera da gente.



Encontrei no caminho muitas pétalas caídas, e em mim, estavam os espinhos que esqueci de jogar fora. Libertei-me. Nada é fácil. Tudo é um processo doloroso. Sair da velha casca, reaprender a aprender de novo.

Às vezes, é necessário pular os muros que criamos, se jogar pra ver no que dá. Riscos! Sempre vão existir… você não é feito de um barro qualquer!

colecione-petalas-foto-de-capa-e-foto-01


Nossos pudores podem chocar quando saímos com uma nova roupagem. Quer concertar seu mundo? Quebre seus padrões. Quantas vezes morremos de insuficiência cardíaca quando amamos com cérebro? Há muito que aprender a reaprender, transforme isso em um processo contínuo de vivência mútua.

Pra que você quer ir? Você já deve saber que o AMOR não leva você a lugares. O amor é o sentimento que deparamos quando queremos ficar, permanecer. E nisso, não há dilema algum. Apenas ESCOLHAS e desejos MÚTUOS.

Em algum momento da vida ficou sem chão? Aprenda a VOAR.


colecione-petalas-foto-02

Os amores não são iguais ao café que você prepara todos os dias. São dois mundos inventando um único mundo. Essa é a arte, a magia, o teu forte.

Não é que seja exagerada. Apenas é preciso sentir tudo de forma INFINITA.

Nunca se queixe de SOLIDÃO, é necessário passear por dentro de si mesmo para descobrir o que nos acompanha.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.