Comportamento

Com apenas 4 anos, garoto corajoso, com cistos gigantes, consegue dar seus primeiros passos!

Alex nasceu com higromas císticos, que consistem em vários cistos cheios de líquido, no rosto e nas vias respiratórias. Sua condição afeta o desenvolvimento motor e a fala.



Algumas pessoas nascem com condições clínicas que desafiam a ciência, mas resistem e são consideradas verdadeiros “milagres” ou indivíduos muito fortes. Com deficiências físicas ou intelectuais, suas chances de ter uma vida social considerada “comum” normalmente são baixas, mas isso não significa que não possam tentar.

Alex Grabowski, de 4 anos, nasceu com higromas císticos, que consistem em vários cistos cheios de líquido, que ocupavam seu rosto e suas vias respiratórias. A doença afetou sua fala e a capacidade de andar, precisando de uma traqueostomia para ajudá-lo a respirar e um tubo para se alimentar.

Os cistos eram tão pesados que impossibilitaram Alex de se equilibrar para dar os primeiros passos, mas ele passou por uma série de cirurgias para melhorar seu bem-estar e lhe proporcionar um desenvolvimento motor e cognitivo mais próximo do convencional. Foram necessárias oito horas no Hospital Great Ormond Street, em Londres, para reduzir seus cistos.


Os higromas foram detectados antes mesmo de nascer, ainda na vigésima semana de gestação.

O menino nasceu em janeiro de 2017 e passou os primeiros seis meses sendo operado no Bristol Royal Hospital for Children. Emily Grabowski, sua mãe, continua se preocupando com as operações que o filho precisa fazer.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Emily Grabowski.

Na última cirurgia, existia um sério risco de paralisia, já que um cisto havia crescido em cima de um nervo, tornando tudo ainda mais delicado. Emily tenta compreender tudo o que está acontecendo e luta para que seu filho tenha a chance de desenvolver autonomia e independência. A mãe contou que a maioria das pessoas foram amáveis e solidárias com eles, mas não escaparam dos comentários maldosos.


As pessoas já lhe perguntaram se ele era mesmo real, já lhe disseram que ele era assustador, e tudo isso faz com que Emily pense sobre como será o futuro do filho. Ela se preocupa com o fato de ele ter de lidar com tudo isso sozinho, quando for mais velho, mas revela que o ama demais e nunca mudaria sua condição.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Emily Grabowski.

Segundo o Hospital Great Ormond Street, os higromas císticos, também conhecidos como malformações linfáticas, são uma coleção de pequenos cistos contendo um líquido transparente, semelhante ao líquido que fica dentro de uma bolha, na pele. Não existe nenhuma finalidade para os cistos, eles têm as paredes finas, poucos vasos sanguíneos e podem causar problemas.

Normalmente os higromas císticos se formam no pescoço e nas axilas, quando os vasos linfáticos não se formam corretamente nas primeiras semanas de gravidez.


Não podem ser evitados, mas detectados ainda nos exames pré-natais; a maioria é visível no nascimento ou ainda na primeira infância, e surge como protuberância mole, translúcida e indolor.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Emily Grabowski.

Nem sempre é preciso fazer tratamento, mas envolve remoção cirúrgica ou escleroterapia com injeção. A escleroterapia causa uma reação inflamatória que encolhe os higromas císticos. Mais tarde, é possível optar pela cirurgia plástica para minimizar as marcas e cicatrizes.

O que achou deste conteúdo?


Comente abaixo e compartilhe-o nas suas redes sociais!

Mulher fingiu o próprio funeral para ver se o ex ligaria. Ela fez até um obituário falso!

Artigo Anterior

Na Finlândia, quase não existem moradores de rua, e o país pretende zerar o número nos próximos anos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.