ColunistasMeditação

Comecei a meditar!

COMECEI A MEDITAR

Calma, tranquilidade, conhecimento de mim, saber ouvir-me e paz interior. Foi isto que a meditação até agora me trouxe.



Comecei a meditar “por brincadeira”, digo isto, porque convidaram-me para fazer um workshop de iniciação à meditação e eu fui. Sem qualquer expectativa, de mente e coração aberto, apenas fui. Foram cerca de 3 horas de workshop e adorei cada momento.

Comecei por ter sensações fantásticas, que achei que nunca as iria ter, senti-me como se tivesse a deixar ir tudo aquilo, que naquele momento, me inquietava.

Cheguei ao fim com uma sensação de leveza tão grande que conduzir até casa foi um desafio. Então decidi inscrever-me para o grupo de meditação uma vez por semana.


E é fantástico!

Os resultados?
Bom cada vez mais tranquila, mais segura, mais consciente de mim, do meu corpo e do meu interior, mais “leve”, menos explosiva, muito menos explosiva, e muito menos precipitada. São estes os meus resultados de 3 meses de meditação.

Nos dias que não medito com o grupo, medito sozinha, em casa antes de me ir deitar, e quando tenho tempo, de manhã ao acordar. O mais engraçado é que já não me consigo deitar sem antes meditar. Não diria que se torna um hábito, diria sim que torna-se parte de nós.


Este mês experimentei fazer meditação na praia e no campo e adorei. A energia que se sente é brutal. O fato de ouvirmos o mar, de conseguirmos isolar esse som, e de olhos fechados, sentirmos que estamos apenas nós na praia, a ouvir o som das ondas, traz uma energia tão grande no final como de “leveza”.

Deixamos tudo o que não queremos e trazemos o que necessitamos.

Não tenho de todo a intenção de ir para o Tibete de ser monge, mas tenho a intenção de viver a minha vida com a maior serenidade e paz possível.

E se consigo encontra-la a meditar, porque não fazê-lo?


O que os outros vão pensar? Convidem-nos a experimentarem também!

Declaração para entrar no fluxo da prosperidade:

Artigo Anterior

As delícias da vida de solteira – ame essa fase da sua vida!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.