Comerciantes fazem festa de aniversário para filha de moradora de rua em Maceió

A preocupação e dedicação da mãe em fazer algo especial para a filha, mesmo sem muita coisa emocionou os comerciantes e trabalhadores da região, que resolveram se juntar para realizar o sonho de Alice.

As festas de aniversário são um marco na vida das crianças. Poder decorar a casa ou o salão com os desenhos favoritos, chamar todos os amiguinhos, comer salgadinhos, cantar parabéns, pegar dos doces do balão, comer bolo e brigadeiro e levar para casa a sacolinha de lembranças é uma grande tradição para todos nós.

No entanto, infelizmente nem todas as crianças podem ter uma comemoração como essa. Muitas vezes, nem mesmo um refrigerante ou um docinho elas ganham nesse dia tão especial, porque os pais ou familiares não possuem condições financeiras de organizar uma festinha.

É uma situação triste para as crianças, que veem seus amigos ganhando presentes e festas, mas é mais complicado ainda para os pais, que sentem a profunda culpa por não poderem proporcionar o mínimo para os filhos.

Essa é a situação de uma moradora de rua de Maceió, Alagoas. Identificada com Alice, a mulher vive na rua com a filha Maria Lídia. O aniversário da menina estava chegando e ela não tinha dinheiro e recursos para fazer uma comemoração para ela.

Então, pediu ajuda para alguns comerciantes da região. Alice pediu bexigas para enfeitar um banco que fica na rua onde ela mora com a menina. A preocupação e dedicação da mãe em fazer algo especial para a filha, mesmo sem muita coisa emocionou os comerciantes e trabalhadores da região, que resolveram se juntar para realizar o sonho de Alice.

Eles compraram mais balões e itens de decoração, presentes, comidas (bolos, doces, salgados), além de um vestido de princesa para a festa da menina e organizaram mesas e cadeiras para a comemoração.

Alice ficou muito emocionada com a boa ação dos colegas. Provavelmente ela nunca imaginou poder fazer uma festinha como essa para a filha e, mesmo simples, a comemoração foi cercada de amor, carinho e cuidado, e nos olhos da família foi a melhor festa que poderiam esperar!

Atitudes como essa trazem esperança na bondade e gentileza do mundo.

Quando fazemos o bem para o outro, estamos ajudando a nós mesmos.

O que você achou da iniciativa? Já proporcionou ou recebeu alguma atitude como essa? Comente suas experiências abaixo!




Deixe seu comentário