publicidade

Comissário da União Europeia classifica situação do Brasil na pandemia como “vergonhosa”

Segundo o comissário, o Brasil não está se saindo bem no combate ao Sars-CoV-2. Sua crítica foi registrada em rede social.



A pandemia do novo coronavírus existe há quase um ano, e durante todo este tempo, grandes conquistas foram alcançadas, com alguns países até mesmo começando a vacinar a população, o que desperta otimismo e esperança de que as coisas serão resolvidas o quanto antes.

No entanto, em alguns lugares, a realidade ainda é preocupante. Esse é o caso do Brasil, que ainda não aprovou nenhuma vacina, e está em terceiro no ranking de contágios, com mais de 7 milhões de casos confirmados e em segundo no de mortes, contabilizando mais de 196 mil até agora.

Esses números são preocupantes para toda a população, por isso cada vez mais a conscientização está sendo propagada e cobrada, e medidas mais rígidas de isolamento adotadas em muitas localidades.


No entanto, aparentemente, a situação do Brasil não chama apenas a atenção de todos nós, que todos os dias nos deparamos com o aumento dos infectados e o descaso de grande parte da população, mas de pessoas que vivem em outras partes do mundo.

No último sábado (2), o comissário para a Economia, da União Europeia (UE), Paolo Gentiloni, usou seu perfil no Twitter para criticar os números recentes do Brasil nesta pandemia. Paolo Gentiloni foi primeiro-ministro da Itália de dezembro de 2016 a junho de 2018.

Na publicação, ele disse que tem visto “imagens vergonhosas do país”, referindo-se aos 36 mil novos casos e 700 mortes, nos últimos dias.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@PaoloGentiloni.

Segundo reportado pelo Portal Terra, de acordo com dados do Ministério da Saúde, nos dias 1º e 2 de janeiro, o país registrou 24.605 contágios e 462 óbitos. Nos meses de novembro e dezembro de 2020, houve aumento de 64,45% no número de vítimas da covid-19.


Apesar dessa séria e preocupante realidade e das medidas restritivas mais severas, no Ano-Novo, foram captadas diversas imagens de pessoas em aglomerações, o que, segundo relatado pelo G1, é motivo de preocupação dos epidemiologistas, já que os números não param de subir.

Enquanto ainda não temos uma vacina liberada, é responsabilidade de todos enxergar a situação atual com responsabilidade e seguir os protocolos de isolamento, a fim de preservar não apenas as próprias vidas, mas a saúde de todos aqueles ao seu redor.

Que sejamos mais conscientes, preservando nossa saúde que, como temos descoberto, é o bem mais valioso de nossas vidas.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.