AmorColunistasReflexão

Como agir com os erros dos outros pelo caminho do amor…

CAMINHO DO AMOR

“Existem pessoas que fazem o errado por não conhecerem o certo, mas existem aqueles que mesmo sabendo o certo fazem o errado. O conceito apresentado aqui é o motivo.



Todos agem baseados em motivos, se uma pessoa fez o errado sabendo do certo é por que ela não teve motivos para fazer o certo e sim motivos para fazer o errado.

Motivos esses que quase sempre são pessoais. A sociedade hipócrita nos ensina que isso é digno de punição.

Que a punição irá fazer (pelo medo) a pessoa fazer o certo. Por isso aprendemos a punir crianças, adolescentes, nossos pares (casal) e qualquer errante consciente.


Nos acostumamos tanto a com a punição que punimos até os errantes inconscientes. Que absurdo! Isso não é educação, é manipulação.

O amor e a punição andam a quilômetros de distância um do outro.

Entenda que se o ato é baseado no motivo, o que se deve fazer é dar motivos para a pessoa fazer o certo, para isso precisa entender quais motivos ela teve para fazer o errado, e esse entendimento não será possível quando há punição, a punição destrói a confiança, ou seja, se você punir, a pessoa jamais te contará o motivo dela para fazer alguma coisa, ela não confiará em você e nisso não poderá ser ajudada, continuará errando e sendo punida e o amor continuará a quilômetros de distância entre vocês.

Somente perdoando e não punindo terás a confiança dela e pelo amor poderá entender quais motivos ela precisa para fazer o certo, e então poderá dar esses motivos a ela.


Isso sim é educar pelo caminho do amor, essa é a melhor maneira de lidar com os erros dos outros, não é punindo, mas sim perdoando, amando, procurando entender os motivos de quem erra, e assim procurar dar motivos para o acerto.

CAMINHO DO AMOR

Eu desejo que isso te traga reflexão e uma maneira mais leve e amorosa de agir perante os erros dos outros”.

Wilson Fortes…………… Muita paz.


Intuição negativa e positiva:

Artigo Anterior

Emanação das palavras…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.