publicidade

Como arruinar a sua vida (mesmo sem saber)!

Entenda que a vida não é uma linha reta. A vida não é um cronograma. Não há problema se você não terminar a escola, casar, encontrar um emprego que te apoia, ter uma família, ganhar dinheiro, e viver confortavelmente até certa idade. Tudo bem se você fizer isso, contanto que entenda que, se você não estiver casado aos 25 anos, ou não ser um vice-presidente aos 30 – o mundo não vai condená-lo. Você está autorizado a recuar. Você está autorizado a descobrir o que te inspira. Você está autorizado a ter tempo, e eu acho que muitas vezes nos esquecemos disso. Escolhemos nossa profissão assim que saímos da escola, porque o mais apropriado a se fazer é ir direto para a Universidade. Nós escolhemos um trabalho que se alinhe com nosso curso na faculdade, mesmo que não gostamos, porque investimos tempo e dinheiro nisso. Vamos para esse trabalho todas as manhãs, porque sentimos a necessidade de apoiar-nos abundantemente. Nós dar o próximo passo, e o próximo passo, e o próximo passo, pensando que estamos cumprindo alguma lista para a vida, e um dia acordamos deprimidos. Acordamos estressados. Nos sentimos pressionados e não sabemos o porquê. É assim que você arruína sua vida.



como arruinar a sua vida2

Você arruína a sua vida, escolhendo a pessoa errada. Qual a necessidade de apressar relacionamentos? Por que somos tão encantados com a ideia de primeiro nos tornarmos alguém para uma pessoa, para depois nos tornarmos alguém para nós mesmo? Acredite que um amor criado por conveniência, um amor que floresce a partir da necessidade de dormir ao lado de alguém, um amor que atende a nossa necessidade de atenção, em vez de paixão, é um amor que não vai inspirá-lo. Esforce-se para descobrir o amor fundamental, o tipo de relacionamento que te motiva a ser uma pessoa melhor, o tipo de intimidade que é rara.

“Mas eu não quero ficar sozinho!”, muitas vezes exclamamos. Fique sozinho. Coma sozinho, durma sozinho. Em meio a isso, você vai aprender sobre si mesmo. Você vai crescer, vai descobrir o que te inspira, vai criar seus próprios sonhos, suas próprias crenças, a sua clareza e, quando você encontrar a pessoa que realmente mexe com você, vai ter certeza disso, porque terá certeza de si mesmo. Espere por isso. Lute por isso, faça um esforço por essa pessoa, se já a encontrou, porque é a coisa mais bonita que seu coração vai experimentar.


Você arruína a sua vida deixando o seu passado governá-lo. É comum que certas coisas na vida aconteçam com você. Haverá desgosto, confusão, dias em que não se sentirá especial. Há momentos que ficarão com você, palavras que ficarão. Você não pode deixar, porém, que te definam – eram simplesmente momentos, simplesmente palavras. Se você permitir que cada evento negativo em sua vida descreva como você vê a si mesmo, vai ver o mundo ao seu redor de forma negativa. Vai perder oportunidades, só porque não conseguiu aquela promoção há cinco anos, convence a si mesmo de que é estúpido. Você vai perder afeto porque assumiu que seu antigo parceiro te deixou porque você não era bom o suficiente, e agora não acredita quando alguém tenta te provar que você é sim bom o suficiente. Esta é uma profecia cíclica, autorrealizável. Se você não permitir-se mover-se após o que aconteceu, o que foi dito, o que foi sentido, você vai olhar para o seu futuro com essa lente, e nada será capaz de romper esse julgamento. Você vai continuar a justificar, reviver, e alimentar a percepção de que não deveria ter existido.

Você arruína a sua vida quando se compara aos outros. A quantidade de seguidores que você tem no Instagram não diminui ou aumenta o seu valor. A quantidade de dinheiro em sua conta bancária não vai influenciar a sua compaixão, inteligência, ou felicidade. A pessoa que tem duas vezes mais posses do que você, não tem o dobro da felicidade, ou o dobro do mérito. Nós ficamos presos no que os nossos amigos estão gostando, o que os nossos parceiros estão seguindo, e no final do dia, isso não só estraga as nossas vidas, mas também nos deixa em ruínas. Cria dentro de nós essa necessidade de nos sentirmos importantes, e em muitos casos, muitas vezes, colocamos os outros para baixo para conseguirmos isso.como arruinar a sua vida3

Você arruína a sua vida ao dessensibilizar-se. Todos temos medo de dizer muito, sentir muito, deixar com que as pessoas saibam o que significam para nós. Cuidado não é sinônimo de loucura. Expressar a alguém o quão especial ele é para você vai torná-lo vulnerável. Não há como negar isso. No entanto, isso não é algo do qual se envergonhar. Há algo incrivelmente belo nos momentos mágicos que ocorrem quando você é honesto com aqueles que são importantes para você. Deixe a menina saber que ela te inspira. Diga a sua mãe que você a ama na frente de seus amigos. Expresse! Abra-se, não se feche para o mundo, e tenha a coragem de mostrar a quem, e como você ama.


Você arruína a sua vida ao tolerar isso. No final do dia, você deve estar animado por estar vivo. Quando você se contenta com menos do que realmente deseja, destrói a possibilidade que vive dentro de você, e dessa forma engana a si mesmo e ao mundo de seu potencial. O próximo Michelangelo pode estar sentado atrás de um computador agora digitando uma fatura, porque isso paga suas contas, ou porque é confortável, ou porque pode tolerar isso. Não deixe isso acontecer com você. Não arruíne a sua vida dessa maneira. Vida e trabalho, e vida e amor não são independentes um do outro. Estão intrinsecamente ligados. Nós temos que nos esforçar para fazermos um trabalho extraordinário, para encontrarmos um amor extraordinário. Só então entraremos em uma vida extraordinariamente feliz.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.