ColunistasRelacionamentos

Como conhecer sua alma gêmea, se nem mesmo conhece sua própria alma?

Um dos assuntos mais comentados sobre relacionamentos é o possível encontro com sua verdadeira alma gêmea.



Há uma dose extremamente doce de fantasia embutida nas diversas doutrinas e no senso comum mediante assunto.

E a pergunta que lhe faço é: como conhecer sua alma gêmea, se nem mesmo conhece sua própria alma?

Sei que neste momento muitos podem estar franzido suas testas com questionamentos. Calma!


Vem comigo, mas não iremos de cavalo branco hein? (Risos). Convido você a um passeio no chão da realidade. Onde o sentido do amor não está fora de você, e sim… Dentro!

As pessoas acham que quando se apaixonam loucamente é porque encontraram sua alma gêmea. Como se fosse algo totalmente costumeiro. E no final das contas, acabam apenas colhendo ilusões.

A convergência de almas gêmeas é algo muito raro, pois envolve a união de três dimensões a saber: carnal, mental e espiritual.

Antes mesmo de você achar que seu amor atual tenha de fato essa reunião de grandezas, prontamente analisaremos cada uma delas:


1. Dimensão carnal

É a união somática. É a felicidade através dos prazeres do corpo.


2. Dimensão mental


a união pela psiquê. É a felicidade através das afinidades.


3. Dimensão espiritual

É a união pela alma, pela essência. É a felicidade através da expansão de consciência e da abertura do coração.


A maioria das relações estão presentes nas dimensões carnal e/ou mental. Quando somente baseado na obtenção dos desejos carnais é uma relação rapidamente esfacelada por ter logo prazo de validade vencido. Já a união de um casal vinda pela psique, apresenta compatibilidade na amizade, nos objetivos futuros, nos pensamentos e na convivência a dois. Entretanto, o desgaste relacional com o passar do tempo parece ser uma constante. Há aqueles que tendem a suportar os reveses da relação e procuram realmente ser felizes. Eu diria que se acomodam ao conforto do que aparenta ser estável.

Entretanto, outros se incomodam. E daí, provém um esforço tremendo para manter a ligação. Pois o hábito da união – porto seguro – impede de se aventurar ao desligamento, a desbravar o mar inseguro das mudanças.

A união de almas gêmeas é extremamente difícil de acontecer, mas não é impossível.

Pois é uma união fortemente de conteúdo espiritual aliada às duas outras dimensões já citadas.


São duas pessoas que buscaram antecipadamente um encontro com suas próprias almas através do autoconhecimento pleno, com ampliação de consciência e destrancamento de seus corações.

Vivem do aperfeiçoamento de suas imperfeições. São pessoas caminhando juntas para evolução existencial, que se enchem de luz e de sabedoria para compartilhar com o mundo. É uma união não apenas vinculada ao romance, às satisfações de par, mas para um bem comum: a humanidade. No entanto, não é uma relação tão primorosa assim. Contém lá também seus obstáculos. Só que a tolerância é maior devido ao entendimento da totalidade do ser.

E essas almas não vivem se reencontrado vida após vida, mas quando se entrelaçam fazem história. E o amor deles é tão grande que chega a ser infinito. Afinal… Almas assim preservam pelo bom caráter, altruísmo e virtude. Valores eternamente valoráveis.


As redes sociais e a lei da atração:

Artigo Anterior

Comunicar com entes falecidos…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.