AmorColunistasRelacionamentos

Como criar intimidade com seu parceiro…

Intimidade é um dos ingredientes mágicos de um bom relacionamento. Porém, há uma ideia errada do que significa ser íntimo do nosso parceiro: intimidade não é apenas nos mostrarmos completamente ao outro, seja fisicamente ou emocionalmente.



Intimidade é permitir que o outro esteja onde está, mesmo em momentos de frustração e tristeza, e saber qual é a sua verdadeira essência.

Por outras palavras, devemos reconhecer que todos temos altos e baixos, e que nos momentos mais complicados não nos estamos a deixar ser quem realmente somos: pessoas felizes e cheias de amor.

como-criar-intimidade-foto-01


Esta é a verdadeira natureza humana. Por sermos um ser espiritual num corpo físico, nascemos a saber o que é o Amor e a Felicidade, e temos como propósito viver tudo o que nos desperte essas emoções e nos eleve para as sentirmos de forma mais pura e incondicional.

Ao deixarmos que condições negativas nos afetem, estamos a impedir-nos de seguir o nosso propósito de felicidade. Porém, não o fazemos de forma consciente.

O maior desafio da experiência humana é aprender a ser incondicionalmente feliz, e mesmo no meio de situações negativas reconhecermos a nossa essência e propósito.

O amor é isto mesmo: deixarmo-nos ser nós próprios, e deixarmos os outros ser.


Há pessoas que praticam o Amor-próprio mais do que outras, ou seja, que mesmo no meio de situações desagradáveis reconhecem que não é a situação que importa, mas como se sentem naquele momento.

Uma pessoa que sabe amar incondicionalmente aprendeu a fazê-lo primeiro consigo mesma, estando, assim, pronta para amar alguém da mesma maneira.

Mesmo assim, sabendo tudo o que aprendemos sobre amor incondicional, esquecemo-nos de como aplicá-lo.

Vemos o nosso parceiro num dia mau, ouvimo-lo reclamar, e ficamos de mau humor também.


É compreensível, porque é a pessoa que amamos e não é agradável para nós vê-la assim, tão em baixo.

Também pode ser porque estávamos de bom humor e gostaríamos que ele/ela nos acompanhasse e se risse connosco.

Mas nem nós conseguimos rir-nos todos os dias. Ninguém é perfeito, e todos temos todo o tipo de razões para ficarmos mal dispostos.

O problema é como encaramos a nossa má disposição. Se culpamos o outro por estar de mau humor, isto é o espelho de como respondemos ao NOSSO próprio mau humor.


Quando nos sentimos tristes, tentamos sacudir a tristeza, como se tratasse de uma espécie de doença ou anomalia. Mas não é.

como-criar-intimidade-foto-02

Se alguém se sente triste, não deve encará-lo como algo alarmante, mas como algo temporário e perfeitamente normal.

Intimidade é tratarmos o outro tal como nos trataríamos a nós mesmos. Quando te sentes triste, como é que gostarias de encarar essa tristeza?


Com culpa, ou com conforto? Dirias a ti mesmo para fingir que não sentes essa tristeza, ou deixarias que simplesmente passasse?

Amor puro não pede explicações, nem exige cobranças. Simplesmente aceita que tudo o que não é de acordo com a paz e harmonia, se dissipa, como nuvens no céu.

Ser íntimo de alguém é ter a noção que essa pessoa tem dias de céu limpo e de tempestade, de calma e agitação, mas que permite que o outro seja como é em todos os momentos, porque reconhece a sua verdadeira essência e contribui para que ela aprenda a deixá-la transparecer cada vez mais.


Bem vinda, primavera! – com dicas de plantas…

Artigo Anterior

Esta planta atrai riqueza e prosperidade como um ímã!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.