Como curar um coração partido

4min. de leitura

Se você foi rejeitado por alguém que amava, este se torna o momento certo para conduzir a sua vida rumo a um novo amor.

É sabido que são as provas mais duras que nos ensinam as lições mais importantes da nossa vida. Quase todas as pessoas, ou muitas, pelo menos, já sofreram uma desilusão amorosa que lhes deixou o coração destroçado.



Amar é sentir, e por isso quando amamos alguém tudo se torna mais intenso, mais dramático e, por vezes, mais doloroso. Mas o mundo não acaba quando acaba um amor: por algum motivo continuamos a viver e existe sempre, ao longo do percurso da nossa vida, algo de mágico, que reside no poder do inesperado.

Nunca sabemos, mesmo estando de coração partido, quando vamos encontrar subitamente outra pessoa que nos trará o amor que julgávamos ter perdido para sempre. Mas a verdade é que, se não ficou, é porque não era “aquele” amor que é seu, só para si.

Antes de mais nada, para curar um coração partido é fundamental SENTIR.

Não tente camuflar as suas emoções com uma alegria forçada, que só fará de conta, deixando a mágoa acumular-se dentro do seu coração. Sinta! Se está triste, sinta a tristeza. É ela que lhe abrirá caminho para a alegria verdadeira.


Depois, é importante aceitar a sua vulnerabilidade. 

Amar é expor o coração, é entregar-se a outra pessoa, sem reservas nem defesas. Quando amamos, nos tornamos frágeis; mas sem essa fragilidade também não conseguimos sentir as emoções que nos fazem realmente felizes. Quando fechamos o coração para não sofrer, também não somos capazes de sentir. E uma vida “fria” tem sempre um travo amargo, pois é incompleta.

Aceite que a solidão não tem de ser um problema. 

Ela é o solo fértil de onde podem nascer as flores, as árvores e os frutos que escolher plantar. Há pessoas que, tendo muitos amigos, um bom suporte familiar e uma vida plena, se sentem sós. Há pessoas que, ao viverem um relacionamento estável, sentem-se sozinhas. A chamada “solidão acompanhada” acaba por ser ainda mais dolorosa do que uma solidão assumida.


Se está só, lembre-se que é a partir desse ponto que podemos realmente ser quem somos e atrair para a nossa vida quem verdadeiramente queremos.

Encare a solidão como a “semente do despertar”. É ela que nos ajuda a escolher uma direção que seja verdadeira e que faça sentido.

Assim, se o seu coração está partido, cuide dele com carinho e amor. Experimente adotar as dicas acima para enfrentar o peso da solidão e, a partir dela, prepare-se para uma vida plena e cheia de amor.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: wallhere / 122491

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 03/10/2018 às 6:42






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.