ColunistasRelacionamentos

Como encontrar um grande amor?

Como podemos,afinal, encontrar um grande amor?



Eu sempre admirei relacionamentos equilibrados e duradouros, e me perguntava o que aquelas mulheres e homens tinham que eu não tinha? Será que eu não era merecedora de amor? Será que eu era uma mulher ruim? Porque eu atraía relacionamentos desarmoniosos? O que tinha de errado comigo?

Aí o ego negativo respondia: “Ah, você é feia”, “Homem é tudo igual”, “Você não merece”, “Você não é desejável”, “Você é burra”, “Você não pode escolher”, “Tem falta de homem sério no mercado”, “Você deve se contentar com o que tem”, “Você deve aceitar ficar sozinha”… e tantas outras questões que também podem ter passado pela sua cabeça. E tudo isso nada mais era do que falta de autoestima, falta de poder pessoal, falta de conexão comigo mesma, falta de autoconhecimento. Sem falar na culpa enorme de estar com mais de 35 anos sem encontrar um companheiro, culpa por ter errado tanto.

Até o dia em que eu decidi, e mostrei ao universo que estava determinada a encontrar um parceiro, um amor de alma, alguém que me inspirasse a ser uma pessoa melhor. Alguém que fizesse sentido tudo o que eu tinha passado.


O início de todo esse processo foi de dentro pra fora, porque não é somente seu corpo externo que vai se relacionar com o parceiro, mas todo o seu ser (físico, emocional, mental, espiritual), e vice-versa.

Então, coloco abaixo algumas sugestões pra você avaliar como está se comportando nesses aspectos:

1. Ter objetivos na vida, porque quem não sabe aceita qualquer coisa, ou seja, o primeiro pretendente que aparece;
2. Saber as características do parceiro que combinam com você, coisas que você admira no outro, isso vai manter o relacionamento vivo;


3. Ter objetivos de vida em comum com o parceiro = saber dividir sua vida;
4. Usar a força da atração a seu favor: pedir (pensar), acreditar (sentir) e receber (agir) para o parceiro ideal;
5. Ter conexão com você mesmo (corpo, mente, emoção, espírito);
6. Ter conexão com um Ser Maior, do seu jeito ;

7. Acreditar ser merecedor;
8. Tomar cuidado com armadilhas do ego (corpo, dinheiro, aparência, status social, intelecto, expectativas dos outros);
9. Ser grato pelos relacionamentos anteriores, afinal, eles foram como professores ao mostrar os seus erros e acertos;
10. Ter paciência para esperar pelo parceiro ideal;

11. Ter coragem para dizer não;
12. Assumir seus erros;
13. Escutar a intuição.

Ao prestar atenção a essas questões tenho certeza que você terá uma postura mais ativa em relação ao amor, e atrairá parceiros mais parecidos com o que você realmente deseja.


E lembre, o que você viveu até hoje, foi para o seu benefício, e por meio desse aprendizado, você poderá encontrar um grande amor.

Isso é gratidão. Aproveite o ciclo de Saturno, ano de reinício, ano 1, para escolher o que você quer!! Tenha coragem, errar faz parte do aprendizado, e quem nunca errou, nunca arriscou.
Você chega lá, um degrau por dia, um dia de cada vez.
Um beijo e até semana que vem!


Assuma a responsabilidade da sua vida, sem vitimismo ou piedade de si próprio!

Artigo Anterior

Quem vive de fé, se alimenta de luz e esperança!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.