6min. de leitura

COMO ESCOLHER MELHOR… – A RELAÇÃO ENTRE A CONEXÃO COM A ESSÊNCIA E A ESCOLHA CERTA…

Caso você viva no piloto automático ou no olho do furacão na maior parte do tempo, dificilmente terá as melhores escolhas, pelo simples motivo de estar distante da sua essência. Somente conseguimos nos aproximar da nossa essência ao ouvir, perceber, distinguir, e discernir ao estarmos conectados com o nosso Eu Superior, que como o próprio nome diz, é o nosso eu de qualidades, de pureza, de verdade, é nossa natureza divina. Todos nós temos essas qualidades e podemos acessá-las, basta nos conectarmos o suficiente e conseguirmos escutar essa voz interna. Muitos chamam essa voz interna de intuição, voz de Deus, voz dos anjos, anjo da guarda.


O nosso lado externo revela o nosso estado interno. Sim, é difícil acreditar, e perceber o quanto isso é verdadeiro de tão simples. Por isso, convido você a fazer um exercício comigo. Pense em algum aspecto da sua vida, pense em algo que vai mal, pode ser um relacionamento, pode ser sua profissão, pode ser o ambiente familiar, pode ser o ambiente social, pode ser sua vida financeira. Agora, com esse resultado insatisfatório em mente, faça a seguinte retrospectiva, sem julgar as respostas como certas ou erradas, próprias ou impróprias:

como-escolher-melhor-foto-011.Qual foi a sua atitude que resultou na insatisfação?

2.Qual foi o sentimento que levou você a tomar a atitude (da reflexão 1)?


3.Qual pensamento você tinha que a levou ao sentimento (da reflexão 2)?

4.Qual crença ou programação mental que levou você a ter aquele sentimento (da reflexão 3)?


crença pensamento sentimento ação resultado

Por exemplo, você está chateada porque brigou (ação 1) com o parceiro (a) e ficou com muita raiva (sentimento 2), porque pensa que a sua opinião está certa (pensamento 3) por acreditar que todos os homens são machistas (crença 4) ou todas as mulheres são folgadas (crença 4). Ao fazer o caminho contrário que vai do resultado insatisfatório à crença, você pode refletir sobre a crença ou a programação mental, que são suas, que refletem na sua atitude e que lhe dão um resultado. O objetivo dessa reflexão é deixar mais claro que a percepção existente dentro de você (a crença, a raiva, o pensamento), se reflete nas situações da sua vida, diariamente, e a todo momento.

A equação usada acima que vai do resultado à crença, nos auxilia a entender o porquê de nossas escolhas. Como estamos o tempo todo fazendo escolhas, seria impossível termos tempo hábil para avaliar cada uma em separado, e é por isso que temos como comportamento padrão do ser humano escolher o mesmo que o outro escolheu. O risco está em você deixar que escolhas importantes na sua vida possam ser determinadas por convenções sociais ou interesses alheios, porque cada ser humano é único, tem uma historia de vida diferente, e, portanto, caminhos diferentes. Mesmo irmãos gêmeos possuem um caminho diferente a seguir na vida, e devem refletir sobre suas escolhas.

Por exemplo, ao escolher um parceiro (a), caso você não tenha autoconhecimento suficiente, pode pensar que um homem com qualidades como prosperidade, beleza, elegância, solteiro, influente e respeitador seja o seu tipo porque essa é sua crença de pessoa ideal. Entretanto, você poderia crescer muito mais se escolhesse um parceiro (a) que tivesse as qualidades dedicação, estudo, honestidade, franqueza, bom humor, e caráter, pois por meio dessas características você se inspiraria a ser uma pessoa melhor, e juntos vocês poderiam ser muito mais que dois. O autoconhecimento aliado à sabedoria estão diretamente relacionados à nossa capacidade de olhar para dentro e fazer melhores escolhas. E saber escolher é essencial para evoluirmos.

como-escolher-melhor-foto-de-capa-e-foto-02

Sugiro um exercício diário, por 21 dias seguidos para melhorar um relacionamento muito ruim e ajudar na percepção interna do que precisa ser mudado:

1.Pegue uma folha em branco;

2.Numere de 1 a 10;

3.Escolha a pessoa com quem tem mais dificuldades hoje;

4.Escolha 10 qualidades dela e escreva uma a uma no papel;

5.Em até 10 dias você perceberá leveza no relacionamento entre vocês.

P.S.: o outro não precisa saber do exercício, essa é uma atitude que ajudará você a mudar o seu sentimento em relação a ela, ou ao que aconteceu entre vocês. Esse exercício pode ser feito sem restrições, quantas vezes quiser, com qualquer pessoa do seu círculo de convivência, independente se há dificuldades ou não.

O que não aprendemos por amor, aprendemos pela dor. Essa é uma lei universal e um velho ditado popular muito verdadeiro. Por isso, eu convido você a evoluir pelo amor através do autoconhecimento e estudo diários, um degrau por dia, um dia de cada vez. Um beijo e até semana que vem!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.