ColunistasRelacionamentos

Como está a qualidade dos seus relacionamentos?

COMO ESTÁ A QUALIDADE

Quando falamos sobre este assunto, logo nos vem a cabeça relacionamento amoroso, mas relacionar-se é muito mais que isso… É o que fazemos em nosso dia-a-dia, com todos que nos cercam e com nós mesmos.



Mas hoje particularmente falarei  sobre relacionamento amoroso sim, pois é algo que tem sido motivo de muita dor e sofrimento para muitas pessoas.

Mas porque, algo que poderia ser tão bonito e construtivo, muitas vezes torna-se motivo de tristeza e desespero?

Quantas pessoas estão passando por este momento, por esta dor tão intensa que é sentida por um relacionamento interrompido?


Muitos estão vivendo a dor de uma traição, ou da solidão, e muitas vezes  estando dentro de um relacionamento…

como-esta-a-qualidade

Quantas pessoas estão a beira do desespero?

Será que você consegue parar neste momento e enxergar que esta dor não é o outro que está lhe causando, mas você mesmo?


Será que em um momento como este, as coisas não se tornariam mais fáceis se conseguíssemos agradecer por ter vivido algo tão maravilhoso que foi a oportunidade de estar junto com uma outra pessoa por algum tempo e pelas coisas maravilhosas que vivemos neste período?

Mas quando um rompimento acontece, normalmente as pessoas conseguem focar somente na perda e no quanto isto está sendo terrível.

Toda perda gera um sentimento de luto sim e este deve ser vivido. Mas não prolongado por nós mesmos como uma tortura sem fim.

Choramos, sentimos, não entendemos, mas devemos elaborar e entender que não somos seres tristes,  não somos pedaços que restaram. Estamos tristes e despedaçados neste momento. Pois toda uma gama de sentimentos como rejeição, frustração, ciúmes, incompreensão, vergonha e muito mais se juntam e formam uma barreira aparentemente intransponível. Mas somos um ser inteiro, que depois de nos permitir viver este luto, colamos nossos pedaços e estamos inteiros e felizes por todas as oportunidades que nos são dadas todos os dias.


Sim, sei muito bem que não é fácil, mas é perfeitamente possível a medida que vamos nos autoconhecendo.

Não podemos jogar no outro toda a responsabillidade de nossa felicidade. Temos que entender que nosso parceiro é como nós, um ser que possui sua história de vida e sua bagagem emocional e que também não somos responsáveis pela felicidade dele. Isso é libertador… Muitas brigas seriam evitadas se tivéssemos em mente que estar juntos é uma parceria, que vamos conhecer um ao outro e partilharmos uma história com esta pessoa que escolhemos para estar do nosso lado, mas isso não significa que a pessoa deverá ser como imaginamos e idealizamos e nem como queremos.

Não podemos forçar o outro a ser do nosso jeito, pelo contrário temos que entender o que o move, da mesma maneira que devemos entender o que nos move. Quando nos pegamos exigindo algum comportamento do outro devemos nos perguntar: porque isso é importante para mim?

As respostas estão em nós mesmos. Tendo esta visão um pouco mais adulta da realidade que vivemos, começaremos a respeitar o espaço do outro e entender que podemos mostrar nosso modo de vida, mas não podemos obrigar ninguém a viver da maneira que desejamos. Quando entendermos que as expectativas acabam nos gerando ansiedade e nos cegando passaremos a tentar viver nosso relacionamento de uma forma mais leve e alegre, que é o objetivo de toda união.


Promover alegria, parceria, cumplicidade, amizade, carinho, afeição, gentileza e todas as coisas maravilhosas que merecemos viver. Mas isso depende de nós.

como-esta-a-qualidade-2

Vamos parar de nos incomodar com o que achamos defeitos e observar e identificar o que esta pessoa tem de bom e que juntos podemos viver uma história saudável e feliz.

Por isso busquem se conhecer a cada dia, analisem o que estão sentindo e também quando estão emitindo algum tipo de julgamento. Tudo isso diz muito sobre nós mesmos e quando começamos a nos entender, torna-se muito mais fácil entender o outro e com isso viver as oportunidades que a vida nos dá com muito mais leveza e prazer.


Estamos juntos nessa caminhada… Contem comigo…

Uma linda semana para todos vocês…

Andrea Jatobá


Carta aos não empatas…

Artigo Anterior

Deus pode estar falando com você… Preste atenção aos sinais…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.