AmorO Segredo

Como eu te amo

Sinto sua falta. Sinto falta do nosso tempo juntas. De nossas conversas, de nossas risadas, de nossos segredos. Você se foi tão rápido. Não deu tempo de te dizer o quanto te amo. Ou perdi tempo em não te dizer isso. Ou você nem me deixou te dizer.



Você se foi sem minha permissão, sem meu consentimento. Decidiu que iria e nem me deu a oportunidade de te pedir para ficar. Não falou nem me ouviu.

Deixou um vazio enorme por aqui. Algo que nunca será preenchido. Um lugar que nunca será ocupado. Sua ausência não foi sentida somente por mim, mas principalmente por mim.

Já me esqueci do seu cheiro, até mesmo do seu rosto. Mas a saudade continua. Tento não contar o tempo que nos separa, mas isso é quase impossível. Ainda te amo. Do mesmo jeito que eu te amava quando você se foi. Sem mudar em nada. Pensei que o tempo curasse essa dor que você provocou em mim. Não, ele não cura. A gente aprende a caminhar acompanhada dela. Tem dias que machuca um pouco mais.


Tenho saudades. Muita. Às vezes temo não suportar. Quero muito te ver mas sei que nada disso será possível. Onde você está não é meu lugar. Pelo menos ainda não. Queria que você aparecesse por aqui mas tenho medo de te ver. De te encontrar. Estamos vivendo em outra dimensão no momento.

Esses dias me fazem lembrar muito você com seu sorriso, sua animação, sua garra de viver a vida. Onde nós nos perdemos? Onde exatamente eu te perdi? Ou foi você que nos perdeu? Que nos abandonou? Que me abandonou?

Sigo caminhando em frente. Um passo diante do outro. E um coração quebrantado. O mundo não é perfeito. As pessoas também não são. Mas meu amor por você sim. Perfeito e eterno. Mesmo sem você por aqui.

Às vezes os cheiros de algumas coisas me transportam até você. Posso viajar no tempo e reviver muitos de nossos momentos. Basta fechar os olhos e respirar. Isso é muito bom. Difícil é voltar para a realidade. Essa companheira cruel. Que insiste em me acordar dos sonhos, insiste em me revelar a verdade. Não quero saber da verdade. Quero me enganar todos os dias e pensar que você pode me sentir daí onde você está. Que você sente minha falta, que me ama como eu te amo.


Texto em homenagem à minha mãe, Irene.

Aquarianos podem ser extremamente esquisitos, mas os amamos de qualquer maneira!

Artigo Anterior

Cultivar a solidão melhora nossas relações

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.