Como identificar um manipulador (e se proteger):

“A manipulação psicológica pode ser definida como o exercício de influência indevida através de distorção mental e exploração emocional, com a intenção de aproveitar o poder, controle, benefícios e/ou privilégios às custas da vítima”. – Preston Ni

Pessoas que intencionalmente manipulam os outros são dissimulados e enganosos. Ao contrário de outros que podem sofrer uma desordem mental, esses primeiros  sabem exatamente o que estão fazendo.

Manipuladores são habilidosos, inteligentes e sem escrúpulos ao mesmo tempo. Pensar neles como um dos tipos de pessoas mais egocêntricas (e potencialmente narcisistas) na existência, chega a ser bem preciso.

Reconhecer o comportamento manipulador pode ser difícil, pois suas técnicas podem ser executadas de forma sutil e habilidosa.

É importante, então, entender o que faz com que essa pessoa “funcione” de tal maneira. O psicólogo clínico Dr. George K. Simon – considerado um especialista em comportamento manipulador – cita três comportamentos subjacentes de manipulação:

(1) Ocultação intencional de comportamentos agressivos e suas intenções.

(2) Identificar e alavancar eventuais “falhas” de um indivíduo para realizar com sucesso suas ações.

(3) Uma mentalidade implacável que carece de compaixão, permitindo que o manipulador atue sem apreensão.

Neste artigo, discutiremos alguns comportamentos potenciais de um manipulador – e como se proteger deles. Você notará ao ler esta lista que um comportamento manipulador pode variar de sutil a flagrante.

Como reconhecer um manipulador (e proteger-se dele):

1. Demonstrações de poder

Os manipuladores têm um apetite insaciável por poder. Sua arrogância inata leva-os a acreditar que possuem influência superior sobre as pessoas, apesar de qualquer evidência do contrário. Acredite ou não, você está sendo influenciado todos os dias. Quantas propagandas falsas e enganosas estão lá? A manipulação comercial não é diferente da pessoal. A primeira faz isso em uma escala maior. Preston Ni, um renomado especialista em comunicação, explica: “Ao assumir um poder sobre você, o manipulador espera empurrar sua influência da forma mais convincente. Algumas pessoas usam essa técnica sem outra razão, senão sentir uma sensação de (superioridade). ”


2. Aumentam a voz e/ou tornam-se agressivos

Devido ao seu sentimento de poder e soberania mal colocados, um manipulador pode tornar-se agressivo quando as coisas não vão como planejado. Eles podem aumentar a voz ou agir de forma agressiva ao exterior. Outra razão para esses surtos comportamentais é a coerção. Eles podem assumir que, ao agirem agressivamente, podem influenciar alguns a conceder a derrota.


3. Fazem os outros sentirem pena deles

Manipuladores estão entre as últimas pessoas na Terra das quais  deveríamos sentir pena, mas, muitas vezes, fazem-se de vítimas para alcançar seus objetivos. Esses episódios vitimistas podem variar desde fortes palavras com um tom de desespero, até um longo período de silêncio, ou seja, o “tratamento do silêncio”. Alguns manipuladores podem anunciar seu “plano” para prejudicar a si mesmos ou aos outros. Embora esses argumentos sejam, muitas vezes, desprovidos de quaisquer intenções reais, é melhor envolver as autoridades locais e aconselhá-las sobre a situação.

___________

Direitos autorais da imagem de capa: konstantynov / 123RF Imagens

Traduzido pela equipe de O Segredo  – Fonte: Power of Positivity



Deixe seu comentário