7min. de leitura

Como lidar com a energia da inveja

No meu trabalho, recebo muitas dúvidas e perguntas sobre a seguinte situação: “como lidar com as pessoas que sentem inveja?”

Em algum momento, já passamos por situações que envolvem o sentimento da inveja. Seja ao estarmos diante de pessoas que percebemos que sentem inveja de algo nosso, ou até mesmo algum momento em que nós mesmos podemos sentir inveja. É normal, afinal, somos seres humanos, aprendendo a lidar com toda a complexidade dos nossos sentimentos e emoções.



E por que isso acontece? A inveja está muito relacionada a sentimentos de insegurança e baixa autoestima, mas, principalmente, de incapacidade. Quando não nos sentimos seguros e confiantes, sentimo-nos ameaçados pela “vitória” do outro, e vice-versa.

Quando existe uma situação em que uma pessoa está alcançando conquistas, melhoras, feitos em sua vida, isso gera nas outras pessoas, mesmo que inconscientemente, questionamentos, dúvidas, tais como: “por que o outro consegue, e eu não?”, por exemplo.

Mas, na vida, tudo acontece por uma razão. Quando uma situação dispara dentro de nós, ou em alguém, a inveja, é necessário uma reflexão. É preciso compreender por que esse sentimento aflorou e o que ele nos quer ensinar.


Se somos nós que convivemos com pessoas invejosas, é momento de parar e avaliar por que atraímos pessoas assim, que energia emanamos para atrair essas pessoas. Que sintonia de energia há ali? E, se caso somos nós que sentimos inveja, é momento de parar e nos questionarmos: por que estou me sentindo assim? O que está faltando?

Aí você pode se perguntar: eu não sou uma pessoa invejosa, mas atraio pessoas invejosas. O que isto quer dizer? Será que sou uma pessoa invejosa?

Por isso, abaixo trago 4 dicas para você lidar melhor com a energia da inveja, seja para que você possa se proteger mais quando percebe que alguém sente inveja de você, seja para que você possa refletir por que sente isso também:


1. Perceba que energia você está vibrando

Quando não estamos nos sentindo confiantes, seguros daquilo que conquistamos, essas pessoas podem se aproximar justamente como um teste. Se a inveja tem relação com o sentimento de insegurança, a nossa falta de confiança em nós mesmos pode atrair essas pessoas que, ao se sentirem assim também, acabam invejando os outros. Por isso, é crucial que nesse momento que você se proteja, realizando essas reflexões. Por que você não está se sentindo bem com tudo o que está conquistando?

E isso nos leva a 2ª dica…


2. Não sinta culpa!

Muitas vezes, quando passamos a compartilhar algo nosso com alguém e percebemos que a pessoa demonstra inveja, automaticamente nos sentimos culpados. Sim, é muito comum as pessoas sentirem culpa do próprio crescimento, do próprio “sucesso”, como se ela não fosse merecedora de receber aquilo. Novamente, isso nos leva à insegurança e ao sentimento de incapacidade, de não merecimento. E é por isso que perceber que outras pessoas sentem inveja de nós nos incomoda tanto: nem tanto pela inveja em si, mas pelo sentimento de culpa que aflora dentro de nós.

Novamente, é momento de parar e se proteger, voltar-se para si e se fortalecer. Afinal, o que passamos não devemos a mais ninguém. Se atingimos o sucesso, se conquistamos coisas boas, é merecimento nosso, significa que fizemos algo para isso. Sendo assim, a inveja não deveria ser algo a incomodar, afinal, é um sentimento do outro, e não nosso. Portanto, é importante questionar-se: “Estou fazendo algo errado? Não? Então, por que isso me incomoda tanto?”.

Por isso…


3. Preserve-se!

Se você percebe que, quando compartilha suas questões, as pessoas sentem inveja, então, preserve-se! Nem tudo precisamos falar, não devemos satisfação aos outros.

Hoje vivemos o mundo das redes sociais, em que todos compartilham tudo a todo momento. E, muitas vezes, sentimos que devemos fazer isso também, como se fosse uma obrigação social.

E essa dica, inclusive, tem relação com as outras: muitas vezes, sentimos a necessidade de falar para os outros tudo que estamos fazendo e conquistando, querendo, no fundo, a aprovação alheia. Novamente, uma demonstração da insegurança e da falta de confiança em nós mesmos: não precisamos que os outros nos aprovem, se temos consciência do que estamos fazendo. Acreditar em nós mesmos é difícil, eu sei. Mas contar aos outros tudo que se faz ou que vai fazer não facilita esse processo, pode ter certeza.

O segredo do sucesso é não falar sobre ele! Preserve os seus projetos, preserve os seus sonhos, preserve a sua evolução.

Antes de passarmos a última dica, é preciso que compreendamos algo muito importante: muitas pessoas que sentem inveja, não fazem isso por maldade. São pessoas que, no fundo, não possuem amor-próprio, sofrem de uma grande carência, tiveram problemas em sua vida e não conhecem o lado positivo dos sentimentos. Sendo assim…


4. Emane amor

Sim. A inveja surge onde não há amor-próprio. Por isso, quando você se deparar com pessoas invejosas, tente compreender que elas sentem isso por alguma razão. Então, emane amor, emane energias positivas. Assim, você estará se protegendo, ao alimentar sentimentos bons e, também, conquistando o direito de atrair coisas boas do universo, de acordo com o que você emana.

Só temos a ganhar ao emanar amor e luz aos outros:  protegemo-nos, ajudamo-nos e ainda nos tornamos merecedores de atrair mais coisas boas!

Todo desafio que surge das relações humanas nos proporciona aprendizados e, consequentemente, uma chance de nos conhecermos mais e evoluir. As pessoas ao nosso redor são nossos professores, sempre nos ensinando algo.

Portanto, não sucumba à energia da inveja. Olhe para ela, aprenda com ela e, principalmente, torne-se mais forte e mais consciente de si mesmo quando ela aparecer.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere.com / 28123

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.